Biologia Marcela Yaemi Ogo Mapa de conteúdos e recursos Volume 3 Orientações para o professor



Baixar 135.06 Kb.
Página26/73
Encontro27.07.2022
Tamanho135.06 Kb.
#24380
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   73
Biologia 3 Orientações Professor
geografia-espa-o-e-identidade-levon-boligian-andressa-alves-3-c compress
· Ler e interpretar texto.
· Reconhecer um comportamento humano como um traço evolutivo de nossa espécie. Leia o trecho do texto a seguir para os alunos.
[...] Cerca de dois terços das mulheres sofrem de náuseas e vômitos no primeiro trimestre de gravidez. Será que podemos dizer algo interessante sobre essa característica de uma perspectiva evolutiva? Será que um olhar evolutivo nos oferece alguma ideia que não teríamos de outra forma, capaz de transformar toda a nossa maneira de entender esse fenômeno
biológico? Parece ser esse o caso. Na década de 1970, foi levantada a hipótese de que o mal-estar que as mulheres sentem nos primeiros três primeiros meses de gravidez cumpriria uma função importante: ele protegeria o embrião, ao fazer que as mulheres grávidas expelissem e posteriormente evitassem alimentos que contêm substâncias que poderiam provocar abortos ou causar malformações do bebê. Dois pesquisadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, publicaram em 2000 um artigo científico no qual examinavam essa hipótese por meio de uma ampla revisão da literatura médica, psicológica e antropológica. Eles concluíram que uma série de evidências apoia essa hipótese. Os sintomas são sentidos de modo mais forte pelas grávidas exatamente quando a formação de órgãos do embrião é mais suscetível a perturbações químicas, entre a sexta e a décima oitava semanas de gravidez. Mulheres que sofrem de mal-estar no primeiro trimestre de gravidez apresentam menor probabilidade de perder a criança do que mulheres que não sofrem. Além disso, as que não somente têm náuseas, mas também chegam a vomitar, perdem seus bebês com menor frequência do que aquelas que experimentam somente náuseas. Entre as bebidas e os alimentos aos
quais muitas grávidas têm aversão, encontram-se frequentemente bebidas alcoólicas e não alcoólicas [...] e vegetais de gosto acentuado [...] As maiores aversões são dirigidas a carnes em geral [...] As razões para isso parecem residir no fato de que produtos animais podem ser perigosos para mulheres grávidas e seus embriões porque frequentemente contêm parasitas e organismos patogênicos, principalmente quando armazenados à temperatura ambiente em locais de clima quente, ou seja, nas condições em que nossa espécie evoluiu e, portanto, nas quais características como o mal-estar na gravidez foram selecionadas. [...]
MEYER, Diogo; EL-HANI, Charbel Niño. Evolução: o sentido da Biologia. São Paulo: Unesp, 2005. p. 110-111.
Comentários
Faça uma cópia desse texto e distribua aos alunos. Peça que identifiquem as etapas do método científico apresentadas no texto. Para isso, solicite que identifiquem as hipóteses e citem as evidências analisadas. Em seguida, perguntem por que os pesquisadores consideram náuseas e vômitos como um comportamento evolutivo na espécie humana e como isso pode ter sido selecionado ao longo de nossa evolução. Trata-se de uma oportunidade para trabalhar o método científico, a análise de um trabalho científico e de verificar a aplicação dos estudos evolutivos.

Baixar 135.06 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   73




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal