Biologia Marcela Yaemi Ogo Mapa de conteúdos e recursos Volume 3 Orientações para o professor


· Conhecer a organização, estrutura e composição do material genético. ·



Baixar 135.06 Kb.
Página15/73
Encontro27.07.2022
Tamanho135.06 Kb.
#24380
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   73
Biologia 3 Orientações Professor
geografia-espa-o-e-identidade-levon-boligian-andressa-alves-3-c compress
· Conhecer a organização, estrutura e composição do material genético.
· Reconhecer os mecanismos envolvidos no processo de transferência da informação genética.
· Conhecer o código genético.
· Conhecer mecanismos associados à elevada diversidade de proteínas nos seres vivos.
· Conhecer alguns tipos de mutações gênicas.
· Relacionar mutação gênica ao código genético.
· Conhecer o paradoxo do conceito de gene e complexidade dos organismos.
· Conhecer conceitos básicos de biotecnologia.
· Conhecer algumas técnicas biotecnológicas.
· Identificar a importância do Projeto Genoma Humano. · Associar o Projeto Genoma Humano a avanços na área da saúde.
Página 86
Abertura de capítulo
· Antes de iniciar a leitura do texto de abertura, questione os alunos sobre o que eles geralmente associam ao tema Biotecnologia. É muito provável que vários alunos citem os produtos transgênicos e a clonagem, por exemplo. Após esse questionamento, realize a leitura do texto com os alunos. Aproveite para comentar sobre a importância da tecnologia também na área da saúde, como o caso apresentado no texto.
· Ao trabalhar a questão c, enfatize aos alunos que, embora a tecnologia possa criar técnicas que reduzem a população de mosquitos vetores no ambiente, a prevenção ainda é a melhor forma de reduzir os casos de dengue, zika e chikungunya.
Página 87
· Ao comentar com os alunos que o DNA também pode
ser encontrado em algumas organelas como as mitocôndrias e os cloroplastos, peça que expliquem esse fato. Retome com os alunos a origem endossimbiótica dessas organelas, assunto abordado no capítulo 2 do volume de 1 º ano desta coleção.
· Sobre as ligações fosfodiéster, leia o trecho do texto a seguir.
[...]
Os nucleotídeos consecutivos de ambos DNA
e RNA são ligados covalentemente por "pontes" de grupos fosfato, nas quais o grupo 5'-fosfato de
uma unidade nucleotídica é ligado ao grupo 3'-hidroxil do próximo nucleotídeo, criando uma ligação fosfodiéster [...]. Portanto, a espinha dorsal covalente dos ácidos nucleicos consiste
em fosfatos e resíduos de pentose alternados, e as bases nitrogenadas podem ser consideradas como grupos laterais ligados à espinha dorsal em intervalos regulares. As espinhas dorsais de ambos DNA e RNA são hidrofílicas. Os grupos hidroxil dos resíduos de açúcar formam ligações de hidrogênio com a água. [...]
[...] Todas as ligações fosfodiéster no DNA e no RNA têm a mesma orientação ao longo da cadeia [...], conferindo a cada fita de ácido nucleico uma polaridade específica e extremidades 5' e 3' diferentes. [...]
[...]
NELSON, D. L.; COX, M. M. Princípios de Bioquímica de Lehninger. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 274-275.

Baixar 135.06 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   73




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal