Bakhtin, freire e vigotski


BAKHTIN, FREIRE E VIGOTSKI: por uma pedagogia do devir



Baixar 0.99 Mb.
Pdf preview
Página8/17
Encontro18.11.2022
Tamanho0.99 Mb.
#26034
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   17
Degustacao Dialogos da educacao com Bakh
BAKHTIN, FREIRE E VIGOTSKI: por uma pedagogia do devir
Shslayder Lira dos Santos

Fábio Marques de Souza

A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois 
passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que 
eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: 
para que eu não deixe de caminhar.
(Fernando Birri, por Eduardo Galeano, In: Las palabras andantes)
“[...] todo amanhã se cria num ontem, através de um hoje [...]. Temos de 
saber o que fomos, para saber o que seremos” 
(Paulo Freire)
“E a cigana analfabeta
lendo a mão de Paulo Freire” 
(Chico César, cantor paraibano, em Béradêro)
“Em tudo ouço vozes”. São essas vozes de Bakhtin e o Círculo que nos 
convidam ao dialogismo alteritário neste texto: o pensamento do uruguaio 
Eduardo Galeano nos incentiva a não deixar de caminhar rumo à uma peda-
gogia do devir, do possível e necessário, do vir a ser a partir da consciência 
do inacabamento. Neste contexto, o poeta do sertão paraibano Chico César, 
ao cantar que a cigana analfabeta lê a mão de Paulo Freire, nos remete à visão 
do educador pernambucano de que a leitura do mundo sempre precederá a 
leitura da palavra-mundo. Por fim, Vigotski, conterrâneo de Bakhtin, nos (re)
lembra que a nossa relação com o mundo não é direta, mas mediada, primeiro 
pela língua(gem), depois, pelas ferramentas e artefatos semióticos e que nós, 
educadores, seremos sempre mediadores estratégicos de aprendizagens pos-
síveis. 
São todas as vozes, juntas e misturadas, que nos convocam, neste capítulo 
1
Doutor em Educação. Coordenador Pedagógico na APAE-JP. Professor na Faculdade Internacional da Paraíba. 
E-mail: 
shslayder@gmail.com
2
Doutor em Educação pela USP. Professor no DLA e no PPGFP-UEPB e no PPGLE-UFCG. Estágio de Pós-Dou-
torado no PPGEduc-UEPB,
Brasil

E-mail: 
fabiohispanista@gmail.com


54
Forense Universitária, 2008.
DI CAMARGO, Ivo Jr. A memória de futuro em tela: diálogos entre o Cinema e Bakhtin. São 
Carlos: Mentes Abertas, 2020.
DI CAMARGO, Ivo Jr.; SOUZA, F.M. O Círculo de Bakhtin em diálogo: relatos de pesquisas. São 
Carlos: Mentes Abertas, 2019.
FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 4.ed Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.
FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 43. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.
FREIRE, P. Prefácio. In: SNYDERS, Georges. Alunos Felizes. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.
FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Ed. 48. Rio de 
Janeiro: Paz e terra, 2014.
FREIRE. P. Pedagogia do oprimido. 32. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005. 
JOHNSON, K. Second Language Teacher Education: A sociocultural perspective. New York: 
Routledge, 2009. 
LANTOLF, J.P. Sociocultural Theory and Second Language Acquisition. Oxford: Oxford Uni-
versity Press, 2000. 
ROJO, R. H. R. Pedagogia dos multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: 
ROJO, R. H. R; MOURA, E. (Org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Edito-
rial, 2012. Pp. 7-31.
SANTANA, D. B. Corpo, linguagens e multiletramentos: uma proposta didática dialógica para o 
ensino da dança nas aulas de educação física. Dissertação (Mestrado Profissional em Forma-
ção de Professores)- Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2021.
SOUZA, Fábio M. D. O cinema como mediador na (re)construção de crenças de professores de 

Baixar 0.99 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   17




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal