Azul é a cor mais quente sala / int / noite



Baixar 10.38 Kb.
Encontro13.12.2019
Tamanho10.38 Kb.

AZUL É A COR MAIS QUENTE

SALA / INT / NOITE

Emma descobre que Adele está saindo com um cara do trabalho. Elas discutem e Emma expulsa Adele de casa com todas suas coisas.

(Adéle chega em casa, depois de sair com um “amigo”.)

ADÉLE - Alguma coisa errada? Faz tempo que chegou? Fui beber com meus colegas. Depois do trabalho. Por que não me ligou?

EMMA - Alguém te trouxe? Quem era?

ADÉLE - Uma colega

EMMA - Uma colega?

ADÉLE - Foi.

EMMA - Por que ela não te deixou na porta?

ADÉLE - Eu não quis dizer que moro com uma garota.

EMMA - Sério.

ADÉLE - Detesto sussurrar como se fosse...

EMMA - Tem vergonha de estar com uma garota?

ADÉLE - Não tenho vergonha só não quis contar. As pessoas falam demais. Acha que tenho vergonha da nossa história?

EMMA - Quem é esse cara?

ADÉLE - Quem?

EMMA - O cara que te trouxe.

ADÉLE – Ninguém. É um colega.

EMMA - Acha que sou idiota?

ADÉLE - Não.

EMMA - Acha que não vi?

ADÉLE - É um colega, juro.

EMMA - Eu o vi, Adéle.

ADÉLE - Ele trabalha comigo, juro. Pode vir conferir se quiser. É um colega da outra classe.

EMMA – Há quanto tempo conhece ele?

ADÉLE - Desde que comecei a trabalhar.

EMMA - Sério? Por que está mentindo?

ADÉLE - Não estou.

EMMA - Então por que está chorando?

ADÉLE - Não estou.

EMMA - Porque essas lágrimas?

ADÉLE - Estou cansada.

EMMA - Não me faça de besta. Desde quando está transando com ele?

ADÉLE - Não estou transando com ele.

EMMA - Quanto tempo faz que está mentindo?

ADÉLE - Não estou transando com ele. Foi só um beijo de bêbado.

EMMA - Por que está chorando?

ADÉLE - Por que me arrependo.

EMMA - Não pense que sou idiota!

ADÉLE - Eu juro.

EMMA - Não minta!

ADÉLE - É verdade!

EMMA - Quanto tempo faz que está transando com ele? Quantas vezes transou com ele? Fale! Há quanto tempo está mentindo? Acha que eu sou idiota?

ADÉLE – Não acho. Nunca achei.

EMMA – Dá o fora daqui! Saia daqui. Não quero uma mentirosa aqui. Pegue suas coisas e saia. Anda logo. Dá o fora!

ADÉLE - Transei duas ou três vezes com ele, só isso.

EMMA - Duas ou três vezes?

ADÉLE - Não te disse porquê... Sei lá... Não sei explicar. Foi uma besteira. Eu estava me sentindo sozinha.

EMMA - Está apaixonada por ele?

ADÉLE - Não estou apaixonada! Só estava me sentindo sozinha. Nunca quis te machucar. Merda. Eu sinto muito. Eu só... Que merda... Ele não é nada, é só um colega. Foi uma tremenda besteira. Juro que nunca quis te machucar. Eu juro que não.

EMMA - Adéle, pare. Espere. Você me machucou. Já era.

ADÉLE - Não, eu juro. Não foi de propósito.

EMMA - Não tem justificativa. Você é uma vagabunda. Putinha. Ele te fodeu, foi isso? Você gosta, não é? Você chupa o cara no carro e depois me beija? Tem coragem de me beijar? De me tocar, de me olhar? Você faz esse tipo de coisa? E depois mente, me conta um monte de besteiras!

ADÉLE - Me desculpa.

EMMA - Você é uma vagabunda!

ADÉLE - Num sei como me desculpar.

EMMA - Não tem desculpa! Nunca mais quero ver a sua cara! Entendeu? Pegue suas coisas e dê o fora! Suma da minha vida!

ADÉLE - Não quero te perder por algo a toa.

EMMA - Vai. Saia daqui. Pare. Pare e saia já daqui. Saia da minha casa. Pegue suas coisas e saia da minha casa. Você não presta, é uma puta! Pegue suas coisas!

ADÉLE - Me deixa falar. Ele não é ninguém.

EMMA - Não quero falar com você! Dá o fora! Dá o fora daqui!

ADÉLE - Sinto muito. Não sei porque fiz isso.

EMMA - Suas roupas.

ADÉLE - Me deixe explicar. Me deixa explicar!

EMMA - Dá o fora! Dá o fora daqui! Nunca mais quero te ver. Nunca mais quero te ver! Não quero mais te ver. Suma da minha vida!

ADÉLE - Acha que só você sofre? Não foi nada. Me deixa explicar... Cuidado!

EMMA - É tarde demais! É tarde demais! Dá o fora! Não quero biscastes na minha casa. Caia fora!

ADÉLE - Eu não fiz nada! Pare!

EMMA - Eu não sou idiota!

ADÉLE - Não me faça ir embora. Para onde eu vou sem você?

EMMA - Vá ficar com ele! Vá logo, vá!

ADÉLE - Eu não gosto dele! Eu amo você! Vou fazer o que sem você? O que eu vou fazer? Por favor!

EMMA - Dá o fora!



ADÉLE - Abre a porta! Sinto muito. Me deixa falar com você. Sinto muito.

EMMA - Você é uma puta! Vá embora, Adéle.


Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal