Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade



Baixar 8.81 Mb.
Pdf preview
Página83/535
Encontro30.06.2021
Tamanho8.81 Mb.
1   ...   79   80   81   82   83   84   85   86   ...   535
3.2.3. Sequência dos Choques 
Na situação de desfibrilação, recomenda-se um choque, 
intercalado por 2 minutos de RCP,
95,109,110
 visto que, mesmo 
após a reversão da FV, geralmente ocorre breve período de 
assistolia ou de AESP, além de esta estratégia propiciar a não 
interrupção da RCP.
111
Quadro 3.1 –
 Recomendações para seleção do desfibrilador/cardioversor
Recomendações
Classe de Recomendação
Nível de Evidência
Os DEA devem ser empregados no ambiente pré-hospitalar
I
B
A posição anterolateral é a mais adequada para colocação das pás
I
B
Os DEA podem ser utilizados no ambiente hospitalar, principalmente em locais com pouca experiência na 
identificação de graves arritmias
IIa
C
Os desfibriladores monofásicos podem ser utilizados quando não estiver disponível um desfibrilador bifásico
IIa
C
Parece não haver diferenças entre a utilização das pás manuais e das pás adesivas nas taxas de sucesso de 
reversão das arritmias
IIa
B
Posições alternativas podem ser utilizadas, principalmente em pacientes portadores de marca-passo ou 
cardioversor desfibrilador implantável
IIa
C
DEA: desfibriladores externos automáticos.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   79   80   81   82   83   84   85   86   ...   535


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal