Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade



Baixar 8.81 Mb.
Pdf preview
Página432/535
Encontro30.06.2021
Tamanho8.81 Mb.
1   ...   428   429   430   431   432   433   434   435   ...   535
601


Atualização
Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados 
Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019
Arq Bras Cardiol. 2019; 113(3):449-663
Quadro 17.2 –
 Padronização do carro de emergência na unidade de terapia intensiva e pronto-socorro
1178,1200,1210
Finalidade
Prioridade
Pacientes adultos
Avaliação e 
diagnóstico
1
Desfibrilador externo automático 
Material de proteção individual (luvas, máscaras e óculos)
Monitor/desfibrilador com marca-passo externo (com monitorização nas pás com, no mínimo, três derivações e onda bifásica)
Oxímetro de pulso
2
Glicosímetro capilar
3
Gerador de marca-passo
Controle de vias 
aéreas
1
Cânula orofaríngea (números 3 e 4); bolsa-válvula-máscara com reservatório de oxigênio
Máscara facial tamanho adulto; tubo endotraqueal (números 6,0 a 9,0)
Cânula para traqueostomia (números 6,0 a 9,0); laringoscópio com lâmina curva números 3 e 4
Máscara de oxigênio com reservatório; cânula nasal, tipo óculos
Umidificador; nebulizador; extensão para nebulizador
Extensão de PVC para oxigênio; cânula de aspiração flexível números 12 e 10
Fixador de cânula orotraqueal
2
Sonda nasogástrica números 16 e 18; capnográfo
3
Máscara laríngea adulto 
Via aérea alternativa (um ou mais dos seguintes itens: agulha para cricotireostomia e conjunto para traqueostomia 
percutânea)
Acesso vascular e 
controle circulatório
1
Cateter intravenoso periférico números 14, 16, 18, 20 e 22
Torneirinha; agulha de cateter intravenoso central (para caso de tamponamento  e/ou pneumotórax hipertensivo)
Soro fisiológico 1.000 mL, Ringer de lactato 1.000 mL, soro glicosado 5% 500 mL
Equipo macrogotas; equipo para hemoderivados; bureta
Seringa de 3 mL, 5 mL, 10 mL e 20 mL; agulha 40 × 12 ou 25 × 12, para aspiração
Gase; fita microporosa
Medicamentos
1
Água destilada 10 mL (ampola); água destilada 250 mL (frasco)
Água destilada 500 mL (para nitroglicerina) (frasco)
 Aspirina 175 a 325 mg
Atropina 0,5 mg; adrenalina 1 mg; amiodarona; lidocaína; adenosina
Betabloqueador (metoprolol); nitroglicerina; nitroprussiato de sódio 
Cloreto de cálcio; gluconato de cálcio; sulfato de magnésio
Bicarbonato de sódio; glicose 50%; furosemida
Broncodilatador (fenoterol e salbutamol)
2
Diazepan; midazolan; fentanil (sedação em geral)
Morfina; dobutamina; dopamina; norepinefrina
3
Naloxone; rocurônio; pancurônio
Bloqueador de canal de cálcio (diltiazem e verapamil); manitol
de regulação, os limites do Técnico Auxiliar De Regulação 
Médica (TARM), o qual não pode substituir a prerrogativa 
de decisão médica e seus desdobramentos, sob pena de 
responsabilização posterior do médico regulador; definir e 
pactuar a implantação de protocolos de intervenção médica 
pré-hospitalar, garantindo perfeito entendimento entre o 
médico regulador e o intervencionista, quanto aos elementos 
de decisão e intervenção, objetividade nas comunicações 
e precisão nos encaminhamentos decorrentes; monitorar 
os atendimentos e as demandas pendentes, registrando 
sistematicamente os dados das regulações − os protocolos 
correspondentes devem estar claramente constituídos, e a 
autorização deve estar assinada na ficha de regulação médica 
e na ficha de APH;  conhecer, com exatidão, as habilidades 
de sua equipe, de forma a dominar as possibilidades de 
prescrição/orientação/intervenção e a fornecer dados 
que permitam viabilizar programas de capacitação, que 
qualifiquem os intervencionistas; submeter-se à capacitação 
específica e à habilitação formal para a função de regulador, e 
acumular a capacidade e a experiência na assistência médica 
em urgência, inclusive na intervenção do pré-hospitalar móvel; 


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   428   429   430   431   432   433   434   435   ...   535


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal