Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade


Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados



Baixar 8.81 Mb.
Pdf preview
Página316/535
Encontro30.06.2021
Tamanho8.81 Mb.
1   ...   312   313   314   315   316   317   318   319   ...   535
Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados 
Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019
Arq Bras Cardiol. 2019; 113(3):449-663
saturação  de  oxi-hemoglobina  ≥  94%,  pois  a  hiperóxia 
acentua a lesão oxidativa.
955
12.4. Medicações Administradas durante a Ressuscitação 
Cardiopulmonar 
A utilização de medicamentos tem como objetivo 
aumentar a taxa de sucesso da RCP. Este processo envolve 
o estímulo e a intensificação da contratilidade miocárdica, 
o tratamento de arritmias, a otimização das perfusões 
coronariana (aumento de pressão diastólica aórtica) e 
cerebral, e a correção de acidose metabólica.
958,959
As doses das drogas devem ser baseadas no peso 
corpóreo atual (crianças não obesas) ou no ideal estimado 
pela altura (crianças obesas) para minimizar o risco de 
toxicidade; não se deve ultrapassar a dose preconizada 
para adultos. Caso não haja conhecimento do peso
utilizam-se tabelas com a altura/comprimento e doses 
pré-calculadas.
960,961
O acesso vascular na PCR deve ser o de maior calibre e 
mais acessível, sem comprometer as manobras de RCP. São 
eles veia periférica (em braços, mãos, pernas ou pés), e veia 
central (em crianças em PCR é difícil de realizar e deve ser 
feita por profissional habilitado). O acesso vascular não é 
recomendado, por necessitar de interrupção das compressões 
torácicas, além de poder levar a complicações como laceração 
vascular, hematomas, hemotórax e pneumotórax. Quando 
necessário, a punção de veia femoral é uma via de fácil a ser 
lembrada na PCR.
O acesso intraósseo deve ser estabelecido se o acesso 
venoso não for conseguido. É via preferível em relação à 
via endotraqueal. Podem ser administrados por esta via 
medicamentos, fluidos, cristaloides, coloides e hemoderivados. 
A punção é realizada geralmente na porção proximal da tíbia 
ou distal do fêmur, com agulha apropriada ou de punção de 
medula óssea.
Se outras vias não forem possíveis, a via endotraqueal pode 
ser utilizada. São administradas drogas lipossolúveis, como 
epinefrina, lidocaína e naloxona. A absorção das drogas é 
variável e sua eficácia ainda não comprovada.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   312   313   314   315   316   317   318   319   ...   535


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal