Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade


 Parada Cardiorrespiratória por Eletrocussão por



Baixar 8.81 Mb.
Pdf preview
Página253/535
Encontro30.06.2021
Tamanho8.81 Mb.
1   ...   249   250   251   252   253   254   255   256   ...   535
9.3.4. Parada Cardiorrespiratória por Eletrocussão por 
Raios e Eletricidade
A injúria elétrica é uma lesão relativamente incomum, 
mas potencialmente causadora de dano multissistêmico 
devastador, com elevadas morbidade e mortalidade, 
respondendo por cerca de 0,54 morte em 100 mil pessoas 
por ano em todo mundo. 
Em adultos, injúrias elétricas são comuns em locais de 
trabalho e choques de alta voltagem; enquanto as crianças 
são mais afetadas no ambiente domiciliar, onde a voltagem é 
menor (110 a 220V).
775
Os danos são causados por efeitos diretos da corrente 
elétrica sobre as membranas celulares e sobre o músculo liso 
vascular. A energia térmica associada com eletrocussão de alta 
voltagem também pode causar queimaduras. Danos estão 
relacionados a contrações musculares intensas (rabdomiólise 
e fraturas ósseas) e liberação de catecolaminas.
776,777
São fatores que influenciam na gravidade do dano: padrão 
da corrente elétrica (alternada ou contínua), voltagem, 
magnitude da energia liberada, resistência à corrente elétrica 
pelos tecidos, trajeto da corrente através do paciente, área 
exposta à passagem da corrente e duração do contato.
776
 
Choques de baixa voltagem costumam causar queimaduras 
brandas nos locais de entrada. Os pontos de entrada mais 
comuns são os membros superiores.
777
O contato com a corrente elétrica alternada (habitualmente 
presente nas residências) pode causar contrações tetânicas no 
músculo esquelético, o que faz com que a vítima permaneça 
estática, sem conseguir se afastar da fonte de eletricidade. 
Neste contexto, falência miocárdica ou respiratória pode 
causar morte imediata. A PCR pode ser causada por paralisia 
do sistema de controle respiratório central ou dos músculos 
respiratórios ou pela passagem da corrente elétrica através 
do coração em um período vulnerável (fenômeno R sobre 
T), precipitando a FV. 
De todos os países do mundo, o Brasil é o mais atingido por 
descargas elétricas, sendo registrados aproximadamente 100 
milhões de raios por ano. Entre 2000 e 2009, ocorreram 1.321 
mortes por raios no país (média de 132 mortes por ano).
776
Raios podem liberar até 300 kV de energia durante 
poucos milissegundos. Diferente da corrente elétrica 
domiciliar, os choques por raios emitem correntes de alta 
voltagem e contínuas. 
O padrão e a gravidade do trauma varia consideravelmente
mesmo em um grupo de indivíduos afetados por uma única 
descarga.
778
 Embora o automatismo cardíaco seja capaz de 
reiniciar a atividade elétrica, na maioria dos casos, o dano 
do sistema nervoso central leva a uma parada respiratória 
mais duradoura, que facilita uma PCR secundária e FV por 
hipóxia. A mortalidade por eletrocussão por raios é alta, 
chegando a 30%.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   249   250   251   252   253   254   255   256   ...   535


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal