Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade


B) Manobras vagais (manobra de Valsalva e massagem do



Baixar 8.81 Mb.
Pdf preview
Página132/535
Encontro30.06.2021
Tamanho8.81 Mb.
1   ...   128   129   130   131   132   133   134   135   ...   535
B) Manobras vagais (manobra de Valsalva e massagem do 
seio carotídeo) 
As manobras vagais são efetivas no tratamento das 
taquicardias supraventriculares.
336,337
 Elas induzem a uma 
diminuição temporária da atividade do nó sinusal e da 
condução do nó atrioventricular, por estimular barorreceptores 
da aorta que, por sua vez, deflagram reflexo de aumento 
de reposta vagal e diminuição de resposta simpática. Na 
Massagem do Seio Carotídeo (MSC), temos esse mesmo 
reflexo, deflagrado pela pressão externa no bulbo carotídeo, 
estimulando seus barorreceptores. 
A manobra de Valsalva exige que o paciente force a 
expiração contra a glote fechada. Para tanto, deve-se colocar 
o dorso da mão do paciente na boca, de modo a evitar a 
saída de ar, ocluir o nariz, colocar a mão do profissional 
de saúde no abdome, para criar resistência, e, em seguida, 
solicitar que o paciente faça o movimento de expiração 
contra esta resistência.
338
 A efetividade da manobra de 
Valsalva para cessação de Taquicardia Supraventricular (TSV) 
foi avaliada em revisão do grupo Cochrane em 2015, não 
sendo encontradas evidências definitivas a favor ou contra seu 
uso, com necessidade de mais estudos na área, bem como 
padronização de sua técnica.
339
A MSC é realizada com o paciente em posição supina, 
com o pescoço hiperestendido. Antes do procedimento
deve-se observar a presença de sopro carotídeo, que é 
uma contraindicação formal, assim como Acidente Vascular 
Cerebral (AVC) ou acidente isquêmico transitório prévios 
(exceto se exame de imagem de carótidas sem doença 
aterosclerótica), Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) nos 
últimos 6 meses e história de arritmia ventricular grave (TV/
FV).
340
 Realiza-se pressão estável em região inferior ao ângulo 
da mandíbula, na altura da cartilagem tireoidea, perto do 
pulso arterial, por 5 a 10 segundos.
337,341
 Se não houver 
resposta positiva, pode-se repetir a manobra do outro lado
após 2 minutos. 
A MSC é, em geral, segura e bem-tolerada. Porém podem 
ocorrer algumas complicações: hipotensão importante
bradicardia com BAV avançado e síncope, AVE, acidente 
isquêmico transitório e arritmias. Toda MSC deve ser 
realizada sob monitorização eletrocardiográfica e pressórica. 
Por se tratar de uma resposta fisiológica do tipo “tudo ou 
nada”, a massagem deve ser interrompida assim houver 
redução na FC. 



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   128   129   130   131   132   133   134   135   ...   535


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal