Atenção Psicossocial e a Atenção Básica: o vínculo e o diálogo mais do que necessário


O défice de tratamento em relação às perturbações mentais é enorme



Baixar 79.83 Kb.
Página23/48
Encontro17.03.2020
Tamanho79.83 Kb.
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   48
3. O défice de tratamento em relação às perturbações mentais é enorme.

Em todos os países há uma diferença significativa entre a prevalência de perturbações mentais, de um lado, e o número de pessoas a receber tratamento e cuidados, do outro lado. Cuidados primários para a saúde mental ajudam a diminuir esta diferença.



Sete razões válidas para integrar

a saúde mental nos cuidados primários

OMS 2008

4.Cuidados primários para saúde mental optimizam o acesso.

Quando a saúde mental é integrada nos cuidados primários as pessoas podem ter

acesso a serviços de saúde mental mais perto das suas casas, conservando assim as suas famílias juntas e possibilitando a manutenção das suas actividades quotidianas. Cuidados primários para saúde mental também facilitam iniciativas realizadas junto da população e a promoção de saúde mental, assim como a monitorização e a gestão a longo-prazo de indivíduos afectados.

5. Cuidados primários para saúde mental promovem o respeito pelos direitos humanos.

Serviços de saúde mental prestados em cuidados primários minimizam o estigma e a discriminação. Também eliminam o risco de violações de direitos humanos que podem ocorrer em hospitais psiquiátricos.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   48


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal