Atenção Psicossocial e a Atenção Básica: o vínculo e o diálogo mais do que necessário



Baixar 79.83 Kb.
Página13/48
Encontro17.03.2020
Tamanho79.83 Kb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   48
Princípios e diretrizes SUS

Na base do processo de criação do SUS encontram-se:


  • o conceito ampliado de saúde,
  • a necessidade de criar políticas públicas para promovê-la,
  • o imperativo da participação social na construção do sistema e das políticas de saúde,
  • e a impossibilidade do setor sanitário responder sozinho à transformação dos determinantes e condicionantes para garantir opções saudáveis para a população.

  • Nesse sentido, o SUS, como politica pública que objetiva a melhoria da qualidade de vida e pela afirmação do direito à vida e à saúde, tem na promoção da saúde e na atenção básica importantes e fundamentais estratégias para a sua implantação e para a mudança do modelo.

Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) regulamentada pela Portaria n. 648, de 28 de março de 2006, que estabeleceu a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para o Programa Saúde da Família (PSF) e para o Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS).

Portaria n. 687, de 30 de março de 2006, que aprovou a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS), a partir da necessidade de implantação e implementação de diretrizes e ações para promoção da saúde em consonância com os princípios do SUS

A promoção da saúde é uma estratégia de articulação transversal na qual se confere visibilidade aos fatores que colocam a saúde da população em risco e às diferenças entre necessidades, territórios e culturas presentes no nosso país, visando a criação de mecanismos que reduzam as situações de vulnerabilidade, defendam radicalmente a equidade e incorporem a participação e o controle social na gestão das políticas públicas




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   48


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal