As pessoas baixam aplicativos todos os dias, mas a verdade é que muitos deles são abandonados



Baixar 40.29 Kb.
Pdf preview
Página1/2
Encontro11.10.2019
Tamanho40.29 Kb.
  1   2


As pessoas baixam aplicativos todos os dias, mas 

a verdade é que muitos deles são abandonados 

ou até mesmo nunca são usados. Uma nova 

pesquisa realizada nos Estados Unidos pelo 

Google e pela Ipsos revela como as pessoas 

descobrem e interagem com os apps – e o que as 

marcas podem fazer sobre isso.

Insights de marketing 

para apps de celular: 

Como os consumidores 

realmente encontram e 

usam seus apps

Publicado

Abril 2016

 



2

thinkwithgoogle.com.br

T

odas as manhãs, são grandes as chances de que você 



já tenha acessado algum app no celular antes mesmo 

de curtir aquela xícara de café. Seja para encontrar o 

melhor caminho para uma reunião, escolher o treino do dia ou 

até mesmo adicionar o valor do cafezinho no seu orçamento 

mensal, uma coisa é clara: os apps são agora uma parte 

fundamental dos 

micro-momentos

 diários e as pessoas gastam 

uma média de 30 horas por mês com eles, de acordo com 

pesquisa da Nielsen. Os apps exercem uma função crítica 

naqueles momentos Eu-quero-saber, Eu-quero-ir, Eu quero-

comprar, Eu-quero-fazer.

Eles são também uma maneira poderosa das marcas 

construírem relações profundas com os consumidores. 

Uma estratégia de marketing para um app de celular pode 

complementar uma experiência off-line da marca (ofertas 

especiais nas lojas físicas, por exemplo), direcionar vendas no 

e-commerce ou, simplesmente, ajudar a marca a se conectar 

com consumidores fiéis. Ao lado dos sites móveis, os apps se 

tornaram importantes tanto para os consumidores quanto para 

as marcas.

Portanto, como as marcas podem se beneficiar dessa vasta 

audiência dos apps? Para entender como os consumidores 

usam os apps, realizamos uma pesquisa com a Ipsos Media 

CT. Ao pesquisar o comportamento de 8.470 pessoas que 

usaram apps no celular na semana anterior, revelamos novos 

insights sobre o que faz com que os consumidores instalem e 

se engajem com um app. Por exemplo, um em cada quatro apps 

instalados nunca são usados, de acordo com a nossa pesquisa. 

Ora, o que faz as pessoas abandonarem os apps?

Agora vamos examinar profundamente esses insights para que 

você possa desenvolver uma estratégia de marketing eficaz 

para seu app. Dois pontos importantes nessa estratégia são 

gerar visibilidade para seu app e manter sua audiência engajada 

com ele.



3

thinkwithgoogle.com.br

#1: A descoberta do app não acontece apenas na 

loja de aplicativos.

Os profissionais de marketing consideram que boa parte das 

pessoas acessam as lojas de aplicativos com o objetivo de 

baixar apps – e uma boa porção delas faz isso mesmo. Na 

verdade, 40% dos usuários de smartphones pesquisam por 

apps nas lojas de aplicativos. Elas seguem sendo uma fonte 

importante para descobrir novos apps, das últimas tendências 

em jogos até os medidores de treinos físicos, streaming de 

música e muito mais. As lojas de aplicativos não são a única 

maneira de descobrir novos apps, no entanto.

As pessoas estão descobrindo apps em todos os tipos de 

esferas enquanto usam seus smartphones – quando estão 

engajadas com um app, procurando por outro aplicativo 

específico, assistindo a um vídeo no YouTube ou mesmo 

navegando em um site móvel. Sistemas de busca são a 

principal fonte para a descoberta de apps, de acordo com 

a nossa pesquisa: um em cada quatro usuários do app o 

descobriu ao fazer uma pesquisa. Digamos, por exemplo, que 

um viajante a negócios tenha de viajar com urgência para Miami 

e precisa encontrar um local para se hospedar. Ele pesquisa 

“hotéis em Miami” na busca do Google e encontra um app que 

reúne todos os quartos de hotel disponíveis e preços para vagas 

de última hora. Como o nosso viajante está sempre na estrada, 

ele decide baixar o app para ajudá-lo a decidir onde ficar. 

A descoberta de apps por meio das buscas é especialmente 

dominante nas categorias de apps locais, tecnologia (avaliações 

de novos aparelhos, por exemplo) e viagem (confirmação 

de detalhes). Nessas três categorias as pessoas são mais 

propensas a baixar os apps a partir de sistemas de buscas – 

26% em apps locais, 59% em tecnologia e 30% em viagem.



4

thinkwithgoogle.com.br

Tome uma atitude: faça seu app ser encontrado em 

qualquer lugar, incluindo sistemas de busca.

As pessoas não apenas recorrem aos sistemas de busca para 

descobrir novos apps; elas efetivamente baixam novos apps 

por causa dos anúncios em sistemas de busca. Eles estão 

entre os meios mais efetivos para gerar downloads de apps: 

das pessoas que baixaram um app por conta de um anúncio, 

50% o fizeram a partir de um anúncio em sistema de busca. 

Essa mudança na maneira como os consumidores encontram 

e aprendem sobre os apps pavimenta um caminho para os 

profissionais de marketing repensarem a estratégia das marcas 

na descoberta dos apps. E há uma boa razão para apostar nos 

sistemas de busca para aumentar a visibilidade dos aplicativos. 

Os anúncios em buscas não apenas geram a tal visibilidade 

como também promovem downloads dos apps – ao oferecê-

los no exato momento em que o consumidor está pesquisando 

aquele tema.

Para os profissionais de marketing, é preciso garantir que o 

app se destaque quando o consumidor está procurando por 

aplicativos relevantes aos seus interesses. Isso é especialmente 

verdadeiro em um momento em que existem mais de 3 milhões 

de apps disponíveis para download, de acordo com dados da 

consultoria Statista. 

fonte: Google/Ipsos, Mobile App Marketing Insights: How Consumers Really Find and Use Your Apps (U.S.), 

Maio 2015.



5

thinkwithgoogle.com.br

Como você atrai a atenção para o seu app? Você pode 

aumentar a visibilidade ao focar na promoção dele em uma 

experiência voltada para o download, usando 

campanhas de 

instalação de apps para celular

, por exemplo. Neste modelo, 

sua marca poderá atingir audiências amplas que procuram por 

apps semelhantes ao seu. Além da busca, estender a campanha 

para formatos de anúncios que geram downloads, como rede de 

display e vídeo, pode ajudar as pessoas a descobrir o seu app 

em qualquer lugar. 

HotelsCombined



, por exemplo, introduziu Google Search e 

AdMob à estratégia de app para celular em 2014. O volume de 

downloads do aplicativo, que compara preços de hotel em sites 

e apps de todo o mundo, cresceu 150% de julho para agosto, 

e ainda houve uma queda de 20% no custo de aquisição de 

cada usuário na comparação com outras plataformas. Ao 

implementar a pesquisa do Google e campanhas de display 

na promoção do app, a HotelsCombined ajudou as pessoas a 

descobrir seu app em uma escala global.

fonte: Google/Ipsos, Mobile App Marketing Insights: How Consumers Really Find and Use Your Apps (U.S.), 

Maio 2015.



6

thinkwithgoogle.com.br

#2: Engajamento e reengajamento são fundamentais, 

já que os usuários perdem o interesse com o passar 

do tempo.

As pessoas recorrem aos apps para ajudar na sua rotina. E 

as chances de que elas usem os aplicativos são maiores se 

eles atenderem a um objetivo específico. Nossa pesquisa 

demonstrou que duas em cada três pessoas irão usar um app 

frequentemente se ele facilitar a vida delas. Por exemplo, você 

pode usar um app de uma loja, como o da 

Walgreens

, para 

procurar ofertas – itens e cupons de desconto – enquanto você 

faz compras na loja física. Apps podem ser muito úteis durante 

a jornada de compra. Na verdade, um em cada dois usuários 

de apps recorrem a eles para procurar informações sobre um 

negócio ou um produto ou mesmo fazer uma compra. 

O lado ruim da história é que os apps podem também ser 

imediatamente abandonados depois dessa transação. 38% dos 

pesquisados disseram que eles são mais suscetíveis a baixar 

um app quando ele é obrigatório para completar uma compra. 

Uma vez que eles encerraram esse ciclo, no entanto, metade 

das pessoas desinstalou o app que acabou de baixar. 

Portanto, o que chama a atenção das pessoas para um app em 

primeiro lugar? Como as marcas podem fazer para que seus 

apps sejam usados continuamente e não apenas uma única 

vez? A resposta é simples: prove o valor e a utilidade do seu app. 

As marcas podem evitar ficar perdidas no nevoeiro dos apps 

se elas tiverem um propósito claro. Por exemplo, a 

Sephora 

melhorou a experiência de compra nas lojas físicas com 

um app que permitia às pessoas escanear os produtos para 

obter informações adicionais. A marca também oferecia a 

possibilidade de retirar os produtos nas lojas de itens adquiridos 

nos canais on-line. Com isso, a Sephora demonstra que entende 

o que seu consumidor quer durante cada um dos micro-

momentos da jornada da compra.




7

thinkwithgoogle.com.br

Tome uma atitude: Deixe claro o propósito do seu 

app.


Os usuários dos apps precisam de um incentivo para se 

reengajarem com um app que já abandonaram. E existem 

caminhos para reconquistar esses usuários. 30% dos 

pesquisados disseram que voltariam a baixar um app se 

ele oferecesse desconto numa compra e praticamente 25% 

declararam que voltariam se recebessem algum tipo de material 

exclusivo. Isso é particularmente importante nas categorias 

de viagem e compras: os pesquisados disseram que usariam 

novamente um app de viagem (40%) ou de compras (47%) se 

fosse oferecido um cupom de desconto.

fonte: Google/Ipsos, Mobile App Marketing Insights: How Consumers Really Find and Use Your Apps (U.S.), 

Maio 2015.

Anúncios para engajamento com apps

 podem ajudar os 

usuários a lembrarem-se das vantagens do aplicativo e fazê-los 

voltar a usá-lo. Digamos que alguém esteja prestes a participar 

de uma maratona e precise de um par novo de tênis. Essa 

pessoa – uma mulher – pesquisa, então, por “tênis feminino de 

corrida”. Ocorre que ela já possui um app instalado de uma loja 

esportiva, usado no último verão para comprar uma jaqueta de 

treino. O mesmo app pode atingi-la por meio de um anúncio 

de engajamento (pelo sistema de busca e da rede de display), 

lembrando-a da sua presença e oferecendo um desconto no 

tênis de corrida.




8

thinkwithgoogle.com.br

Outro meio de ajudar as pessoas a encontrar o que elas buscam 

é adicionar 

links diretos

 aos anúncios. Dessa forma, o anúncio 

de engajamento do app oferece links para os conteúdos mais 

relevantes do aplicativo. Vamos voltar ao app de compras de 

que falamos agora há pouco. Um link direto poderia levar a 

nossa maratonista diretamente à lista dentro do app dos tênis 

femininos de corrida. 

Em última análise, ao se relacionar com o consumidor nos 

momentos certos com conteúdos relevantes, as marcas podem 

manter ativa a conexão dos consumidores com seus apps.

Promovendo o reengajamento dos usuários do app 

hoje mesmo.

Em razão do grande número de apps disponíveis no mercado, 

conquistar a atenção de um usuário é algo muito desafiador. 

É por isso que seu aplicativo precisa destacar-se da multidão 

– seja dentro ou fora das lojas de aplicativos – para que as 

pessoas possam encontrá-lo e usá-lo continuamente. Para 

certificar-se de que seu app chegue lá, é importante mostrar aos 

usuários um propósito claro do aplicativo, mesmo depois que 

ele foi instalado. Os insights da nossa pesquisa podem ajudar 

a sua marca a desenvolver estratégias de marketing para seu 

app que serão bem sucedidas não apenas para atrair a atenção 

como também para manter a audiência ativa – adicionando 

grande valor ao seu negócio. 

fonte: Google/Ipsos, Mobile App Marketing Insights: How Consumers Really Find and Use Your Apps (U.S.), 

Maio 2015.




9

thinkwithgoogle.com.br





Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal