Animais abandonados: a crueldade imposta pelo ser humano



Baixar 160.16 Kb.
Pdf preview
Página1/3
Encontro28.12.2022
Tamanho160.16 Kb.
#26175
  1   2   3
7447-Texto do artigo-32055-1-10-20160929


Modalidade do trabalho: Relatório Técnico-científico 
ANIMAIS ABANDONADOS: A CRUELDADE IMPOSTA PELO SER HUMANO
1
 
 
Victor Jorge Rogoski
2
, Miriane Karine Grzibowski
3
, Adriane Grzybowski
4
, Caroline 
Marieli Ciudrowski
5
, João Antônio Hamerski Copetti
6
, Tailur Mousquer Martins
7
.
1
Estudo sobre o abandono de animais no municipio de Guarani das Missões-RS 
2
Aluno do 3° ano da escola João Przyczynski 
3
Aluna do 3° ano da escola João Przyczynski 
4
Aluna do 3° ano da escola João Przyczynski 
5
Aluna do 3° ano da escola João Przyczynski 
6
Aluno do 3° ano da escola João Przyczynski 
7
Professor orientador 
RESUMO: 
A situação dos animais abandonados, ou animais de rua está cada vez mais delicada e representa 
atualmente um problema de saúde pública uma vez que, geralmente, estes animais reviram o lixo 
atrás de comida, e podem transmitir doenças ou ainda causar acidentes de trânsito, por andarem 
livremente nas vias públicas. O presente trabalho tem como intuito informar sobre os casos de 
abandono de animais, principalmente de cães e gatos, na cidade de Guarani das Missões (RS) 
abordando suas causas e consequências, buscando promover a conscientização dos cidadãos em 
relação aos casos de abandono de animais domésticos. 
INTRODUÇÃO: 
A relação do homem com animais de estimação remonta de cerca de 10 mil anos atrás, quando cães 
e gatos começaram a ser domesticados, atendendo as necessidades tanto físicas quanto emocionais 
dos seres humanos. As manifestações de simpatia pelos animais são ordenadas em uma escala de 
valor ¾ geralmente inconsciente, mas totalmente explícita em alguns animais cujo ápice é ocupado 
pelas espécies percebidas como as mais próximas do homem em função de seu comportamento
fisiologia, faculdades cognitivas ou da capacidade que lhes é atribuída de sentir emoções 
(DESCOLA, 1998). Desta forma, percebemos que os animais, especialmente cães e gatos, têm mais 
afinidade com os seres humanos por possuírem maior vinculo afetivo. Porém, com a 
industrialização oriunda dos processos capitalistas, o homem procura interagir dentro dos padrões 
da globalização, não tendo o mesmo contato que possuía anteriormente com os animais de 
estimação, abandonando-os.
As agressões e abandonos a animais podem não ser comuns para a maioria da população, porém 
casos assim acontecem todos os dias. A civilização humana foi o artifício criado pelo homem para 
que pudesse dar o seu grito de libertação diante da opressão totalitária do meio natural, só que esse 
grito provocou o distanciamento do homem em relação aos seus instintos, custando essa separação 
um preço: o surgimento dos mecanismos psicológicos da frustração, proibição e privação, que 
estariam entre as variáveis influenciadoras das práticas de crueldade e maus tratos aos animais 
(FREUD, 1996 apud SANTANA E OLIVEIRA, 2004). Os animais abandonados constituem um 
grande problema de saúde pública, estima-se que existam cerca de 30 milhões de animais 
abandonados, entre 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães, segundo a Organização Mundial da 
Saúde. Os abandonos ocorrem tanto em cidades grandes, como no interior e durante todo o ano. 



Baixar 160.16 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal