Alguns minutos com tua mãe obrigado



Baixar 152.63 Kb.
Página14/34
Encontro08.02.2022
Tamanho152.63 Kb.
#21498
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   34
NÃO CONHEÇO HOMEM

Lc 1,34
A pergunta completa de Maria ao anjo é a seguinte: “Como é que vai ser isso, se eu não conheço homem algum?” Pergunta embaraçosa para os exegetas. O que a jovem Maria queria dizer? Santo Agostinho descobre por trás dessa pergunta um voto de virgindade e o anúncio do menino colocaria em questão esse voto. Outros veem apenas um estratagema literário para permitir a Gabriel de completar sua mensagem; a pergunta não teria maior conteúdo.
Não condivido nem uma nem outra dessas duas posições. Se a jovem virgem lembrasse um seu voto, centraria, por um momento, em si mesma o grande acontecimento da Anunciação, quando o coração do mistério é o filho. Assim também, considerar a pergunta de Maria um mero estratagema literário parece-me um modo fácil de contornar o sentido profundo dessa pergunta. Compreendo, porém as palavras de Maria em perfeita continuação com a mensagem de Gabriel. Este, lentamente, deixara cair no coração da jovem virgem os diversos aspectos da identidade do filho, em cada aspecto fixando-a nos olhos e ela, atenta à palavra do Arcanjo. Resultou uma identidade grandiosa. Tentemos imaginar, por um momento, como Gabriel transmitiu sua mensagem e como a virgem está toda concentrada para compreender e acolher o conjunto da mensagem. Tudo acontece com momentos de silêncio para que o coração acolha a palavra dita. Percebo a mensagem assim:
1-“Não temas, Maria” (silêncio e atenção).

2-“Encontraste graça junto de Deus” (silêncio e atenção).

3-“Eis que conceberás no teu seio” (silêncio e atenção).

4-“Darás à luz um filho” (silêncio e atenção).

5-“E o chamarás com o nome de Jesus” (silêncio e atenção).

6-“Será grande” (silêncio e atenção).

7-“E será chamado Filho do Altíssimo” (silêncio e atenção).

8-“O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai” (silêncio e atenção).

9-“Reinará para sempre na casa de Jacó” (silêncio e atenção).

10-“E o seu reinado não terá fim” (silêncio e atenção).


A Maria é dado o tempo para avaliar cada aspecto da identidade do filho, para dar-se conta de que se trata de um menino extraodinário, fora das possibilidades humanas. O retrato da criança é tão grandioso que a jovem virgem logo intui: “Jesus não pode ser o filho de um homem; homem nenhum pode procriar um filho assim!” A expressão “não conheço homem” significa: “Não conheço homem capaz de dar à vida o filho anunciado. Então como virá esse menino? Quando Maria diz “Não conheço homem” ela exclui a possibilidade de uma geração puramente humana: homem e mulher são colocados de lado. A questão é como pode nascer esse menino, anunciado como certo? Fala-se do parto e do nome dele; é uma coisa impossível ao homem.
O anjo responderá exatamente a essa impossibilidade humana e sua intervenção termina com estas palavras: “Nada é impossível a Deus”. Maria responde em ritmo lento que permite acolher as palavras em seu sentido profundo:
1-“O Espírito virá sobre ti” (silêncio e atenção).

2-“E o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra!” (silêncio e atenção).

3-“Por isso o Santo que nascer” (silêncio e atenção).

4-“Será chamado Filho de Deus” (silêncio e atenção).

5-“Também Isabel, tua parente, concebeu…” (silêncio e atenção).

6-“Porque para Deus nada é impossível” (silêncio e atenção).


Então, com esse ritmo lento, onde o coração da virgem encontra luz, o percurso foi da extraordinária identidade do menino à impossibilidade humana de dar-lhe vida, para desembocar na onipotência de Deus: “nada é impossível a Deus”.
Sim, creio que o mistério da Anunciação foi revelado num ritmo lento, permitindo à inteligência da jovem Maria de perceber-lhe a vastidão, a profundidade e de dar um sim generoso e iluminado. Maria, provavelmente, intuiu na identidade do menino, na presença do Espírito Santo, no poder do Altíssimo, que Jesus, seu filho, era o Messias esperado.
A resposta da jovem Maria nasce nessa luz e na afirmação de Gabriel: “Nada é impossível a Deus”. Essa Luz, essa afirmação constituem a moldura do sim de Maria: “Eis a serva do Senhor: faça-se em mim segundo a tua palavra!”




  1. Baixar 152.63 Kb.

    Compartilhe com seus amigos:
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   34




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal