A voz do instrumental



Baixar 76.91 Kb.
Página8/44
Encontro21.06.2021
Tamanho76.91 Kb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   44
1.3 Experiência individual

Salvador; A Voz do Instrumental, nasce de reflexões minhas, a partir da Unesco ter elegido Salvador como “Cidade da música”, no ano de 2016. Antes disto, a minha idéiade produzir produtos audiovisuais já havia nascido quando fui diretor do programa Violão em Prosa, vinculado à Rádio Facom, que é coordenada pelo professor Maurício Tavares. Neste programa que foi ao ar nos anos de 2014 e 2015, eu entrevistava ao lado do meu colega WelldonJorbert, também aluno de Jornalismo da Facom (Faculdade de Comunicação da UFBA), vários músicos da cidade, que tratavam de assuntos a respeito de suas carreiras, processos de composição, e cenário musical no contexto em que eles estão inseridos. O programa, também veiculado no Youtube, serviu de ótima experiência para ampliar as concepções sobre a música em geral e especificamente em Salvador. Dele saiu a roteirização de questionamentos que serviriam mais tarde para o direcionamento da produção do documentário realizado por mim no trabalho de conclusão de curso.

Resolvi fazer um recorte do cenário musical da cidade e tratar do tema música instrumental. Conheço alguns instrumentistas que possuem vontade de produzir trabalhos nesta área, mas não se engajam em seus projetos pelas dificuldades de consolidação de público e falta de apoio. A minha primeira dedução na verdade é uma indagação: por que é tão difícil atuar no campo da música instrumental, na cidade de Salvador, que é tão rica musicalmente?

Ao longo da produção do documentário, ainda não tenho respostas exatas para este e outros questionamentos. Entrevistar os instrumentistas foi para mim uma expansão dos meus olhares para o cenário musical em geral, além de suas questões sociais e econômicas. A cada filme, acredito que o documentarista pode sair com sua visão de mundo ampliada, e por vezes com maiores questionamentos, já que ele lida com diferentes pontos de vistas que em determinadas circunstâncias não podem ser julgados como equivocados.

Além disto, estou no grupo de pesquisa Etnomídia, coordenado pelo professor e meu orientador Fernando Costa da Conceição, que trata de questões raciais e culturais, especialmente relacionadas a população negra soteropolitana. Ao longo das filmagens, percebi que o tema tratado no documentário possui forte ligação com os assuntos trabalhados no grupo de pesquisa em que eu estou inserido. Não dá para falar de música instrumental em Salvador sem citar a sua forte influência afro, que existe na percussividade da sua música. Talvez este seja o elemento que mais distingue esta localidade das outras, e como essa marca interfere de algum modo na cultura negra local, no quesito artístico, social e econômico.

Sinto-me satisfeito, ao final desta primeira realização fílmica e produção de seu memorial, com a lições obtidas acerca do tema, com as diversas possibilidades e caminhos que podemos enxergar os diversos cenários musicais, e por encontrar o meu campo de atuação jornalística, de documentarista aliado à uma responsabilidade social.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   44


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal