A supervisão Pedagógica na Escola: Uma Reflexão Sobre a Estratégia Para Programação Criativa do Processo de Ensino-Aprendizagem. Caso da Escola Primária Completa de Muthita (2018-2019)



Baixar 94.64 Kb.
Página7/30
Encontro09.07.2022
Tamanho94.64 Kb.
#24185
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   30
monografia gomes 2020 outubro apa
Supervisão pedagógica

Segundo Nerci (1990, p. 28), "a supervisão pedagógica deve ser entendida com um acto que incide sobre o professor, ou seja, representa uma actividade que estimula, orienta e coordena o desenvolvimento contínuo deste profissional para o desempenho mais eficiente de todas as suas funções instrutivos - informativas, orientadas para o desenvolvimento do educando, a fim de que este possa tornar-se cada vez mais consciente, eficiente e responsável em função de sua realidade pessoal e social".
Portanto, a supervisão pedagógica para o professor, enquanto orientador do processo de ensino - aprendizagem, representa uma actividade de formação contínua deste com vista a levar a bom porto os objectivos preconizados. É através da supervisão pedagógica que este consegue perceber até que ponto a sua actividade está em consonância com as aspirações da escola, do aluno e da própria sociedade. Através da supervisão pedagógica o professor tem a oportunidade de parar e reflectir sobre como é que está a orientar o processo de ensino -aprendizagem.
Andrade (1976, p. 10), "como sendo o processo pelo qual se orienta a escola como um todo, para a consecução de suas finalidades. Podendo ainda ser definida como fonte de recursos e um serviço de liderança e consulta, que ajuda a escola a fazer melhor o seu trabalho".
Para este autor a supervisão pedagógica é um processo contínuo que considera todos os interessados e envolvidos no processo de aprendizagem. A supervisão pedagógica é o farol que orienta a caminhada da escola rumo a uma aprendizagem eficiente e consequente. E esta não é só actividade da escola. Escola entendida como o professor, o aluno e direcção, mas escola como uma comunidade interna e externa, ou seja, uma comunidade que envolve os que se encontram no meio escolar, assim como a comunidade no geral.

  1. Escola

Luckesi (2007, p. 72), considera a escola como “uma organização social constituída pela sociedade para cultivar e transmitir valores sociais elevados e contribuir para a formação de seus alunos, mediante experiências de aprendizagem e ambiente educacional condizentes com os fundamentos, princípios e objectivos da educação.
O termo escola deriva do latim schola e se refere ao estabelecimento onde se da qualquer género de instrução. Também permite fazer alusão ao ensino de que se dá ou que se recebe, ao conjunto de corpo docente e discente de um mesmo estabelecimento, ao método, ao estilo de cada professor/docente para ensinar, a doutrina, aos princípios e ao sistema (Canário, 2002).
Neste caso, entende-se a escola como uma organização indispensável ao indivíduo dos tempos modernos como forma de enriquecimento das experiências de socialização e da dinâmica das relações interpessoais. É uma instituição social onde se realiza por excelência o acto educativo na sua forma mais formal.


  1. Baixar 94.64 Kb.

    Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   30




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal