A república no brasil 1889-1930 Profª Cristina –História introduçÃO – Antecedentes Históricos



Baixar 16.93 Kb.
Página12/12
Encontro17.03.2020
Tamanho16.93 Kb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12

Revolta de Juazeiro (CE – 1913):

  • Causa:
  • Intervenção do governo central no Ceará, retirando do poder a tradicional família Accioly (Política das Salvações)
  • Líder: Padre Cícero -Guia Espiritual e Político -Indicava os candidatos para sertanejos votarem

  • Padre Cícero lidera um exército formado por fiéis que recuperam o poder para a tradicional família.
  • Prestígio político do Padre Cícero aumenta consideravelmente, e a família Accioly retoma o controle do Estado do Ceará.

Movimento operário

  • Causas:
  • Ampla exploração dos trabalhadores urbanos das fábricas e ausência de legislação trabalhista que amparasse os trabalhadores. Até a década de 20 predomínio de imigrantes italianos de ideologia anarquista. Principais formas de luta: formação de sindicatos e organização de greves.
  • A partir de 1922 o principal instrumento de luta operária foi o PCB, que tenta organizar os operários.
  • Postura do governo em relação ao movimento operário: repressão (“caso de polícia”).
  • Greve geral em São Paulo em 1917: devido as condições subumanas e sem legislação trabalhista

Tenentismo

  • O Movimento tenentista: surge no meio dos militares de baixa patente que objetivavam uma maior participação política e o fim das oligarquia no poder.
  • Classe média urbana e letrada. Contra o poder central das oligarquias.
  • Objetivos: moralização política (voto secreto, fim das fraudes, afastamento do controle oligárquico), ensino obrigatório, centralização positivista.
  • Programa elitista – para o povo, mas sem o povo. Consideravam-se a “salvação nacional”.
  • Revolta do Forte de Copacabana ou os 18 do Forte (RJ 1922): Contra a posse do presidente Arthur Bernardes (1922). Movimento fracassou, mas 18 integrantes (sendo um civil) marcharam em Copacabana contra uma tropa do governo de mais de 3 mil homens.

Coluna Prestes (1924 – 1926)

  • Líder: Luís Carlos Prestes (“o Cavaleiro da Esperança”).
  • Tinha o objetivo de percorrer o interior do país denunciando a miséria e os interesses da oligarquias.
  • Coluna Prestes (1924 – 1926):  Caráter social mais amplo: alguns mencionavam o desejo pelo voto feminino, voto secreto, combate à corrupção e pela reforma agrária.
  • Fracassou. Seus integrantes se exilaram na Bolívia em 1927. Alguns retornaram ao Brasil posteriormente.

A Revolução de 30

  • Antecedentes:
  • Crise de 29 abala poder econômico dos cafeicultores. Governo não tem como valorizar artificialmente o café
  • Rompimento do pacto do café-com-leite: era a vez de MG indicar o candidato, porém, SP indica o paulista Júlio Prestes para a sucessão do presidente Washington Luís.
  • MG + RS + PB formam a ALIANÇA LIBERAL com os candidatos Getúlio Vargas (RS) e João Pessoa (PB) para presidente e vice, respectivamente.
  • Aliança liberal recebe apoio de alguns tenentes e classe média urbana, além de várias outras oligarquias dissidentes. Júlio Prestes vence eleição fraudulenta.
  • Protestos contra o resultado das urnas tomam conta do país. João Pessoa é assassinado na PB. Agitação popular aumenta.
  • Exército resolve depor o então presidente Washington Luís antes mesmo da posse de Júlio Prestes e entregar a presidência ao comandante em chefe da revolta, Getúlio Vargas.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal