A mulher no fim do mundo



Baixar 1.34 Mb.
Página9/37
Encontro20.06.2021
Tamanho1.34 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   37
3. CONSTRUÇÃO DO PROJETO
O interesse em produzir um curta-metragem ficcional como produto do Trabalho de Conclusão de Curso vem da minha vontade em ingressar na área do cinema após a minha graduação. Essa ambição é fruto da minha trajetória percorrida durante os cinco anos em que estive na academia, no curso de Comunicação. Quando ainda no meu segundo semestre, tive meu primeiro contato com o audiovisual, na disciplina Oficina de Comunicação Audiovisual. Na ocasião, produzi um documentário em equipe e ali pude descobrir minha aptidão e prazer pela produção audiovisual.

Nos semestres seguintes, segui estudando e ampliando meu conhecimento sobre o cinema, tanto em disciplinas da faculdade – que se debruçaram em análises fílmicas ou estudo da história do cinema –, como por conta própria. Até que, em 2017, fui selecionado para o Programa de Mobilidade Acadêmica e cursei um semestre na Universidade Federal Fluminense, em Niterói.

No programa de mobilidade, tive aulas no departamento de Comunicação da Universidade Federal Fluminense (o IACS - Instituto de Artes e Comunicação Social), que integra seu curso de Jornalismo com o de Cinema. A experiência, portanto, foi determinante: foi neste período em que eu comecei a realizar meus próprios filmes (tendo, inclusive, feito sozinho o documentário em curta-metragem Cicatrizes: Na Pele, Na Alma) e fui apresentado ao roteiro cinematográfico, pelo professor Felipe Pena, ao qual dedico muito do meu conhecimento e estímulo de seguir na profissão.

A ideia embrionária deste projeto nasceu em 2017, enquanto morava no Rio de Janeiro durante meu período de Mobilidade Acadêmica na Universidade Federal Fluminense, onde aprofundei meus estudos na área do cinema, com aulas de documentarismo e roteiro cinematográfico. Na época, A Mulher No Fim Do Mundo se tratava de uma ideia de um curto vídeo de três minutos, ambientado na praia de Itacoatiara, em Niterói.

Ao retornar para Salvador, continuei os estudos e a prática cinematográfica, participando de cursos particulares de roteiro para cinema e de algumas palestras da área do audiovisual. Em abril de 2018 ingressei no Curso Livre de Cinema da UFBA, no qual, além de escrever e dirigir meu primeiro curta-metragem ficcional, conheci pessoas que posteriormente convidei para este projeto, como Ana do Carmo, Ariel L. Dibernaci e Constance Lima.

Agora, na missão de desenvolver meu Trabalho de Conclusão de Curso, e após a entrada no fazer cinematográfico através dos curtas-metragens, me senti seguro para revisitar o projeto inicial, adaptá-lo e reunir uma equipe disposta a realizar o filme.

O apoio institucional da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, através do Laboratório de Audiovisual, também foi de extrema importância, visto que o empréstimo dos equipamentos necessários para realizarmos o filme – tanto de som, como de fotografia – sanou quaisquer eventuais problemas e colaborou com a produção do curta-metragem. A lista de equipamentos solicitados aparecerá em anexo neste documento.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   37


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal