A história da Radioterapia no inca



Baixar 37.7 Kb.
Pdf preview
Página4/5
Encontro30.04.2021
Tamanho37.7 Kb.
1   2   3   4   5
Radioterapia contava com a colaboração de

vários assistentes como os doutores Jorge

Ernesto Souza Lobo, Ebroino Faffe de Araujo,

Antonio Saul Gutman, Joaquim Teixeira de

Freitas, Adalberto Silva, Oswaldo dos Santos

Pereira, Isaac Samuel C. Nascimento, Ana

Maria Spavoreli, Juracy Mergulhão e Sérgio

Lannes Vieira.

Em março de l974, durante a gestão do

Dr. Adayr Eiras de Araujo, vários novos

equipamentos foram adquiridos para o

Instituto, na área de Medicina Nuclear,

Radiologia e Radioterapia, entre eles dois

aparelhos NUCLEOPAN-1 GS-Siemens e

duas unidades de Cobalto 60 (sendo uma

estática, Eldorado, e outra cinética, Theratron

780).

Em 1980, contando com o Dr. Ary



Frauzino Pereira na Direção do Instituto, a

Residência Médica do INCA é devidamente

credenciada pela Comissão Nacional de

Residência Médica, e passa a oferecer setenta

vagas para as área de Oncologia Cirúrgica,

Oncologia Clínica, Radioterapia, Anatomia

Patológica, Radiologia, Cirurgia Plástica,

Anestesiologia e Cirurgia de Cabeça e

Pescoço.

Em l986, o INCA, tendo o Dr. Walter

Roriz de Carvalho como Diretor, obtém,

dentro do projeto Brasil-Canadá, um

equipamento de planejamento computado-

rizado para radioterapia, um simulador para

planejamento (Therazin) e, ainda, tem

concluída a ampliação do Bloco “D”,

exclusivo para a Radioterapia. O novo bloco

passou a abrigar, no seu 1

o

 pavimento, o



acelerador linear Saturne, instalado em agosto

de 1998, e a unidade de cobalto Theratron

780; e, no 2º pavimento, o simulador

Therazin, e a antiga Eldorado, os quais,

juntamente com um novo acelerador linear

de alta energia e um equipamento de

roentgenterapia superficial, completavam o

arsenal de planejamento e tratamento

teleradioterápicos.

Os anos subseqüentes testemunharam o

empenho das diversas direções do INCA na

manutenção de um serviço equipado para

atender a demanda assistencial, a pesquisa e

o ensino, no Instituto.

Atualmente, o Serviço de Radioterapia do

INCA, que compõe a estrutura do Hospital

do Câncer I (uma das cinco unidades

assistenciais do Instituto) conta com três

simuladores de tratamento, um dos quais

dedicado apenas à braquiterapia de alta taxa

de dose; um tomógrafo computadorizado,

com interface ao sistema de planejamento e

sistema de dosimetria; dois aceleradores

lineares de alta energia, com feixe de fótons e

elétrons; e um acelerador linear com fótons

de baixa energia. As antigas unidades de

cobalto foram trocadas por duas outras

HISTÓRIA DO INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

HISTORY OF THE BRAZILIAN NATIONAL CANCER INSTITUTE

Revista Brasileira de Cancerologia, 2000, 46(3): 305-07



307

modernas unidades, mecanizadas. A

braquiterapia de baixa taxa de dose é efetuada

com dois aparelhos de controle remoto, que

utilizam fontes de césio, e, para braquiterapia

de alta taxa de dose, existe um equipamento

portador de fonte de Irídio 192.

Em resposta ao massivo investimento

feito, o Serviço de Radioterapia do INCA,

em constante implemento de capacitação de

técnicos, físicos e médicos, passou a ser o

único centro de referência, em âmbito

público e privado, para tratamentos de alta

complexidade na cidade e todo o estado do

Rio de Janeiro, servindo de base para

expansão da assistência onco-pediátrica,

neuro-cirúrgica e onco-hematológica,

incluindo-se o transplante de medula óssea e

a irradiação corpórea com feixe de elétrons.

Atualmente, cerca de 350 novos pacientes/

mês são tratados no Serviço de Radioterapia

do INCA, em seus três turnos de

funcionamento. Parte destes pacientes são

incluídos em protocolos de pesquisa do

próprio Serviço ou em combinação com

outros seções e serviços do Instituto.

O pioneirismo da Escola do Dr. Osolando

Machado na formação de recursos humanos

em alta escala é mantido, com a admissão,

por ano, de seis novos residentes na

especialidade de Radioterapia e quatro, na

de Física Médica. O curso de especialização

técnica em radioterapia foi reativado, com a

admissão de 10 treinandos por ano.

Durante todo o período de funciona-

mento da Radioterapia no INCA, ocuparam

a sua chefia, em uma ou mais oportunidades,

os seguintes médicos: Prof. Manoel de

Abreu, Dr. Osolando Júdice Machado, Dr.

Ebroino Faffe de Araujo, Dr. Oswaldo dos

Santos Pereira,  Dr. Adalberto Silva, Dr.

Antonio Saul Gutman, Dr. Sérgio Lannes

Vieira, Dr. Luiz Henrique José Pinto, Dr.

Carlos Manoel Mendonça de Araujo, Dra.

Maria Izabel Satler Pinnel, Dr. Luiz Souhami.

Atualmente, e desde 26 de fevereiro de

1998, através da Portaria nº 1.275, do Diretor

Geral do Instituto, o Dr. Miguel Fernando

Guizzardi responde pelo Serviço de






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal