A guerra da Arte


UM PROFISSIONAL DESMISTIFICA



Baixar 0.57 Mb.
Pdf preview
Página27/54
Encontro07.07.2022
Tamanho0.57 Mb.
#24164
1   ...   23   24   25   26   27   28   29   30   ...   54
A Guerra da Arte - Steven Pressfield
UM PROFISSIONAL DESMISTIFICA
Um profissional vê seu trabalho como um oficio, não uma arte. Não
porque acredite que a arte seja desprovida de uma dimensão mística. Ao
contrário. Ele compreende que todo esforço criativo é sagrado, mas não se
alonga nessa ideia. Sabe que, se pensar demasiadamente no assunto, ele
poderá paralisá-lo. Assim, concentra-se na técnica. O profissional domina o
como e deixa o quê e o porquê para os deuses. Como Somerset Maugham,
não espera pela inspiração, age na expectativa de seu aparecimento. O
profissional é profundamente cônscio dos aspectos intangíveis da inspiração.
Por respeito a eles, deixa-os trabalhar. Concede-lhes sua esfera de trabalho,
enquanto se concentra na sua.
O sinal do amador é a supervalorização e a excessiva preocupação com o
mistério.
O profissional se cala. Não fala sobre isso. Apenas realiza seu trabalho.


DIANTE DO MEDO UM
PROFISSIONAL REAGE
O amador acredita que antes de mais nada ele tem que vencer o medo;
depois, então, poderá fazer seu trabalho. O profissional sabe que o medo
jamais pode ser superado. Sabe que não existe guerreiro ou artista sem medo.
O que Henry Fonda fazia, após vomitar no banheiro de seu camarim, era
limpar-se e avançar para o palco. Ainda estava aterrorizado, mas forçava-se a
seguir em frente apesar de seu pavor. Sabia que, assim que entrasse em ação,
seu medo recuaria e ele se sentiria bem.


UM PROFISSIONAL NÃO ACEITA
DESCULPAS
O amador, subestimando a astúcia da Resistência, permite que a gripe o
afaste de seus capítulos; acredita na voz da serpente em sua cabeça que diz
que remeter os originais é mais importante do que fazer o trabalho diário.
O profissional sabe que não é bem assim. Ele respeita a Resistência. Sabe
que, se ceder hoje, por mais plausível que seja o pretexto, é duplamente
provável que cederá amanhã.
O profissional sabe que a Resistência é como um operador de
telemarketing se você disser não mais que um alô, está perdido. O
profissional nem atende ao telefone. Ele continua trabalhando.



Baixar 0.57 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   23   24   25   26   27   28   29   30   ...   54




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal