A construçÃo das personagens femininas em a bela e a adormecida, de neil gaiman



Baixar 0.74 Mb.
Página10/12
Encontro07.10.2019
Tamanho0.74 Mb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12
Trecho 5 de A Bela e a Adormecida (2015): A Rainha decide seguir caminho diferente daquele que aparentemente era seu único destino;

Ela não falou mais nada, mas sentou-se no musgo abaixo de um carvalho e sorveu a quietude, com cada batida do coração.



Existem escolhas, pensou ela quando estava sentada ali por algum tempo. Existem sempre escolhas.

Ela fez uma.

A rainha começou a andar e os anões a seguiram.

- Você sabe que estamos indo para o leste, não sabe? – perguntou um dos anões.

– Sei sim – respondeu a rainha.

– Então tudo bem – comentou o anão.

Eles andaram para o leste, os quatro, para longe do pôr do sol e das terras que conheciam, e seguiram noite adentro. (p.66)

Em vários momentos da narrativa é utilizada a expressão “a cada batida do coração”, simbolizando que sua escolha no final iria de encontro ao que o seu coração deseja, mesmo que significasse mergulhar em caminhos e terras desconhecidas, no entanto, o ato de resistir ao que é esperado socialmente, e conseguir pensar na sua jornada de modo a ter o poder de decidir o melhor para si, reafirma a força e o empoderamento como sendo características de uma construção identitária movida a possibilidade de escolhas e mudanças.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal