A bela e a Fera



Baixar 75.25 Kb.
Pdf preview
Página36/36
Encontro27.12.2020
Tamanho75.25 Kb.
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   36
EPÍLOGO
Bela  nunca  imaginara  que  tamanha  felicidade  fosse  possível.  Mas  ela  estava
felicíssima. Surreal, maravilhosa, radiantemente feliz. Deslizando pelo salão nos
braços de seu príncipe, ela sorria ao ver os rostos agora tão familiares. Viu seu
pai, livre e saudável. Avistou Lumière e Plumette dançando próximos. Viu Zip,
espremido entre o pai e a mãe, fingindo estar irritado, mas claramente adorando
a atenção. Horloge estava lá, bem como a diva, o antigo guarda-roupa de Bela.
Ela valsou alegremente com seu maestro. Esta, Bela pensou enquanto relanceava
pela sala, é a minha família.
Ela  ergueu  a  cabeça  e  encontrou  os  olhos  azuis  penetrantes  do  príncipe.  Ele
sorriu e ela sentiu o calor do amor, agora familiar, irradiar por todo o seu corpo,
começando pelos dedos dos pés e viajando até a ponta das orelhas. Nas últimas
semanas, ela se pegou amando o príncipe cada dia mais, vendo-o abraçar a vida
que lhe fora negada por tanto tempo.
Estou  vivendo  minha  própria  aventura,  ela  pensou  enquanto  ele  a  rodopiava
pelo salão. Bela encontrava uma vida fora da aldeia, e ainda havia tantos lugares
para  visitar  e  experiências  para  viver.  Além  de  tudo,  ela  tinha  achado  um
parceiro  que  queria  viajar  e  com  quem  poderia  compartilhar  todas  essas
histórias. E não há mais nada que eu poderia desejar. Exceto…
Sentindo Bela tensa em seus braços, o príncipe olhou para ela, estreitando os
olhos de preocupação.
— Bela… — disse ele. — Em que está pensando?
Ela parou por um momento para ponderar sua resposta e tentou não rir quando
a  expressão  do  príncipe  se  tornou  mais  aflita.  Alcançando-o,  ela  passou  a  mão
em sua bochecha suave.
— O que você acha de deixar crescer a barba?
Com  uma  gargalhada,  o  príncipe  puxou  Bela  para  mais  perto.  Seus  olhos  se


fixaram nos dela e ele assentiu, em uma promessa silenciosa de sempre tentar ser
a  melhor  versão  de  si,  a  versão  que  ela  acreditou  ser  possível  antes  que  ele
mesmo  achasse  isso.  Então,  ele  a  beijou.  Quando  ela  fechou  os  olhos  e  se
entregou  à  magia  do  beijo,  o  mundo  ao  redor  desapareceu  até  que  restaram
apenas  os  dois,  envolvidos  em  uma  história  tão  antiga  quanto  o  tempo.  Bela
pensou no futuro — nas aulas de leitura que ela poderia ministrar na biblioteca
do  castelo  para  todos  os  estudantes  da  aldeia,  nas  viagens  que  ela  e  o  príncipe
fariam, nas amizades com os habitantes do castelo que sem dúvida seriam para a
vida  toda.  Um  conto  que  começou  com  “era  uma  vez”  terminaria,  Bela  tinha
certeza disso, com “felizes para sempre”.


LEIA TAMBÉM:


DE SERENA VALENTINO
Um príncipe amaldiçoado se isola em seu castelo. Poucos o viram, mas aqueles
que conseguiram tal proeza afirmam que seus pelos são exagerados e suas garras
são afiadas – como as de uma fera. No entanto, o que levou esse príncipe, que já
foi  encantador  e  amado  por  seu  povo,  a  se  tornar  um  monstro  tão  retraído  e
amargo?  Será  que  ele  conseguirá  encontrar  o  amor  verdadeiro  e  pôr  um  fim  à
maldição que lhe foi lançada?
Em  A  fera  em  mim,  conheça  a  história  por  trás  de  um  dos  mais  cativantes  e
populares contos Disney de todos os tempos: A Bela e a Fera!

Document Outline

  • ROSTO
  • CRÉDITOS
  • PÁGINA DE TÍTULO
  • PRÓLOGO
  • CAPÍTULO I
  • CAPÍTULO II
  • CAPÍTULO III
  • CAPÍTULO IV
  • CAPÍTULO V
  • CAPÍTULO VI
  • CAPÍTULO VII
  • CAPÍTULO VIII
  • CAPÍTULO IX
  • CAPÍTULO X
  • CAPÍTULO XI
  • CAPÍTULO XII
  • CAPÍTULO XIII
  • CAPÍTULO XIV
  • CAPÍTULO XV
  • CAPÍTULO XVI
  • EPÍLOGO



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   36


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal