7ª e diç Ão atu aliz ada e a mp liada Atividade Física, Saúde Qualidade de Vida


Cálculo do Peso de Gordura Corporal (PG)



Baixar 6.47 Mb.
Pdf preview
Página76/244
Encontro04.08.2022
Tamanho6.47 Mb.
#24480
1   ...   72   73   74   75   76   77   78   79   ...   244
ATIVIDADE FÍSICA, SAUDE E QUALIDADE DE VIDA
3. Cálculo do Peso de Gordura Corporal (PG)
PG = Peso total x (%G / 100) = [ ] kg
4. Cálculo da Massa Corporal Magra (MCM)
MCM = Peso total – Peso de Gordura = [ ] kg
5. Determinação da Faixa de Peso Recomendável (FPR)
Considerando as seguintes recomendações de percentual de gordura para adul-
tos, não atletas: 
Homens – 10 a 18% (Obesidade > 25% GC)
Mulheres – 16 a 25% (Obesidade > 32% GC)
FPR
Homem
Mulher
Limite Inferior
MCM / 0,90* = [ ]kg
MCM / 0,84 = [ ]kg
Limite Superior
MCM / 0,82 = [ ]kg
MCM / 0,75 = [ ]kg
* 1 – (%G/100)
Observações
1. Estes valores (Faixa de Peso Recomendável) representam apenas estima-
tivas, sujeitas a erros devido a diferenças individuais ou decorrentes da 
realização das medidas.
2. Para detalhes sobre as medidas de dobras cutâneas, veja as figuras da pá-
gina seguinte e consulte os livros de Petroski (2011) e de Guedes & Guedes 
(1998), listados nas fontes de consulta deste Capítulo na parte final deste 
livro.


C
a p
. 5 – C
o M p o s i ç ã o
C
o r p o r a l
, E
x C E s s o
d E
p
E s o
E
s
a ú d E
122
Medidas de Dobras Cutâneas
A – Tríceps
B – Abdominal
C – Suprailíaca


123
A
t i v i d A d e
F
í s i c A
, s
A ú d e
e
Q
u A l i d A d e
d e
v
i d A
D – Panturrilha medial
E – Subescapular


C
a p
. 5 – C
o M p o s i ç ã o
C
o r p o r a l
, E
x C E s s o
d E
p
E s o
E
s
a ú d E
124
Questões de Revisão e Aplicação do Conhecimento
1. Quais as principais implicações da obesidade para a saúde? 
2. Como o IMC é calculado? Como deve ser interpretado em adultos?
3. Por que a medida do perímetro de cintura é importante? Como deve ser 
feita esta medida e como devem ser interpretados os resultados em adultos?
4. Por que a prática de atividades físicas é sempre importante na prevenção 
e no tratamento da obesidade?
5. Determine a faixa de peso ideal para duas pessoas de sua relação, a partir 
das medidas e procedimentos sugeridos no final do capítulo.


6
Orientações Gerais 
para a Prática 
de Exercícios 
TÓPICOS NESTE CAPÍTULO
 
ƒ
Prescrever ou orientar?
 
ƒ
Princípios básicos do condicionamento físico
 
ƒ
Prescrição de exercícios: ciência e arte
 
ƒ
Condicionamento aeróbico
 
ƒ
Treinamento da força muscular
 
ƒ
Treinamento da fl exibilidade
 
ƒ
Exercícios em condições ambientais especiais
 
ƒ
Cuidados gerais na prática de exercícios
Prescrever ou Orientar?
Tradicionalmente, a prescrição de exercícios tem seguido o modelo do treina-
mento esportivo formal e as recomendações do Colégio Americano de Medicina 
do Esporte, que periodicamente publica um manual para profi ssionais que 
atuam em programas de condicionamento físico e reabilitação. A fundamen-
tação científi ca para esta prescrição é decorrente de estudos experimentais 
de curta duração (em torno de 10 semanas de treinamento) desenvolvidos 
quase sempre com homens jovens e saudáveis. Desses estudos derivou-se a 
recomendação de que esforços inferiores a 60% da capacidade máxima indi-
vidual seriam inefi cazes para desenvolver a aptidão física e promover a saúde. 
Lembre-se que se entende por exercício físico toda forma de atividade física 
planejada, sistematicamente repetida, que tenha por objetivo desenvolver a 
aptidão física.


C
a p
. 6 – o
r i E n t a ç õ E s
G
E r a i s
p a r a
a
p
r á t i C a
d E
E
x E r C í C i o s
126
Recentemente, as novas evidências de estudos populacionais e de inter-
venções com duração mais longa (6 a 24 meses), têm indicado que as ativi-
dades físicas consideradas moderadas também podem ter efeitos positivos 
sobre a saúde, mesmo sem desenvolver de forma expressiva a aptidão física. 
Além disso, para indivíduos de baixa aptidão física, obesos ou idosos, sabe-
-se que esforços de até 40% da capacidade máxima individual representam 
estímulo suficiente para modificar a aptidão muscular e cardiorrespiratória 
dessas pessoas.
Este capítulo trata da prescrição de exercícios visando o desenvolvimento 
dos componentes da aptidão física relacionada à saúde. Para tanto, enfatiza a 
prática sistemática de exercícios físicos. No Capítulo 7 discute-se a orientação 
para mudanças de comportamento do dia a dia que possam levar a um estilo de 
vida mais ativo, o que seria uma opção para quem não quer ou não consegue 
se manter num programa regular de exercícios. Lembre-se: nas duas situações 
pode-se ter benefícios para a saúde.

Baixar 6.47 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   72   73   74   75   76   77   78   79   ...   244




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal