7ª e diç Ão atu aliz ada e a mp liada Atividade Física, Saúde Qualidade de Vida



Baixar 6.47 Mb.
Pdf preview
Página46/244
Encontro04.08.2022
Tamanho6.47 Mb.
#24480
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   244
ATIVIDADE FÍSICA, SAUDE E QUALIDADE DE VIDA
Equipamento necessário
„
Um ginásio, quadra esportiva ou área plana que permita marcar duas 
linhas paralelas, distantes 20 m. Se houver uma quadra de voleibol, que 
mede 18 m, é só acrescentar 2 m num dos extremos da quadra para ter 
os 20 m do teste
„
Trena
„
Fita adesiva ou giz (para marcar o chão) e cones para melhor visualização
„
Aparelho de som (com instruções e protocolo do teste)
Procedimentos
Recomenda-se um aquecimento prévio. Os indivíduos devem cruzar a linha 
oposta com pelo menos um dos pés, ao tempo em que soar o sinal sonoro 
(bip) que determina o ritmo do deslocamento de um lado ao outro da área de 
20 metros demarcada. A cada minuto o intervalo entre os “bips” diminuirá, 
fazendo com que o ritmo deva ser aumentado. Um “bip” triplo indica o fim 
de um estágio. As idas e vindas dentro de cada estágio são sinalizadas por um 
único “bip”. Cada sujeito é orientado para andar/correr, de acordo com o ritmo 
ditado pelas instruções gravadas, até não conseguir acompanhar o ritmo ditado 
através do aparelho de som. O professor (ou parceiro designado) observa em 
que estágio e em que corrida dentro do estágio o sujeito parou (por exemplo, 
5:7 – estágio 5, corrida 7). Uma tabela mostra os valores estimados de consumo 
máximo de oxigênio de acordo com o resultado do teste.
Numa quadra poliesportiva é possível realizar este teste com grupos de 
até 15 alunos ou atletas por vez. Como o teste demora em torno de 15 minutos 
(para os indivíduos melhor condicionados), numa aula de Educação Física de 
50 minutos é possível avaliar de 30 a 40 alunos. É recomendável que as pessoas 
a serem testadas pratiquem o teste com antecedência, a fim de se habituarem 
com o ritmo ditado pelo aparelho de som. O professor deve se colocar numa 
posição que possa ver todo o desenrolar do teste e que os alunos o possam ver 


75
A
t i v i d A d e
F
í s i c A
, s
A ú d e
e
Q
u A l i d A d e
d e
v
i d A
e confirmar o estágio do teste em que param. Uma forma prática é trabalhar 
com os alunos em duplas – enquanto um grupo realiza o teste, os respectivos 
parceiros no outro grupo ficam atrás de uma das linhas de fundo e controlam 
o número de estágios percorridos até o momento em que o executante não 
conseguir acompanhar o ritmo por três percursos consecutivos.
IMPORTANTE! Ao terminar o teste, as pessoas devem ser orientadas a conti-
nuar caminhando ao redor da área de teste até recuperarem a 
condição respiratória próxima à de repouso. Por ser um teste 
de esforço máximo, não é recomendável para indivíduos seden-
tários ou de idade superior a 35 anos. Todos os executantes (e 
o aplicador, é claro) devem estar cientes dos sinais e sintomas 
que sugerem exaustão ou qualquer problema que recomendem 
interromper o teste, como tontura, náuseas, dor de cabeça ou 
dor no peito.
A tabela a seguir indica o VO
2
máximo estimado de acordo com o estágio 
e a volta em que o indivíduo parou. A interpretação dos resultados pode ser 
feita considerando os valores apresentados anteriormente (Teste da Milha), 
por sexo e idade.


C
a p
. 3 – a
p t i d ã o
C
a r d i o r r E s p i r a t ó r i a
: d
i s p o s i ç ã o
p a r a
a
V
i d a
76

Baixar 6.47 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   244




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal