7ª e diç Ão atu aliz ada e a mp liada Atividade Física, Saúde Qualidade de Vida



Baixar 6.47 Mb.
Pdf preview
Página37/244
Encontro04.08.2022
Tamanho6.47 Mb.
#24480
1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   ...   244
ATIVIDADE FÍSICA, SAUDE E QUALIDADE DE VIDA
3
Aptidão 
Cardiorrespiratória: 
Disposição 
para a Vida
TÓPICOS NESTE CAPÍTULO
 
ƒ
Vida e movimento
 
ƒ
Aptidão física e saúde cardiovascular 
 
ƒ
Exercícios aeróbicos – o processo 
 
ƒ
Testes de aptidão cardiorrespiratória
 
ƒ
Q-PAF: Questionário de Prontidão para a Prática de Atividades Físicas
Vida e Movimento
Para manter o organismo vivo e realizar as tarefas físicas e mentais, nossas 
células necessitam de um fornecimento constante de oxigênio (O
2
) e de nu-
trientes, principalmente na forma de glicose. Cabe ao sistema cardiorrespi-
ratório (pulmões, coração, circulação sanguínea) fornecer esses elementos 
vitais ao organismo e eliminar os subprodutos das reações químicas celulares
principalmente gás carbônico – CO
2
, ácido lático e o calor produzido pelas 
reações químicas.
Durante o trabalho muscular de qualquer natureza, para que a fadiga não 
apareça prematuramente, é imprescindível que pulmões, coração, artérias 
e capilares funcionem efi cientemente, transportando oxigênio e nutrientes 
em quantidade sufi ciente até os músculos envolvidos na atividade. A apti-
dão cardiorrespiratória ou resistência aeróbica refl ete essa efi ciência, sendo 


C
a p
. 3 – a
p t i d ã o
C
a r d i o r r E s p i r a t ó r i a
: d
i s p o s i ç ã o
p a r a
a
V
i d a
60
um fator de fundamental importância, tanto em eventos esportivos como 
nas atividades do dia a dia de qualquer pessoa, seja no trabalho ou lazer. 
A aptidão cardiorrespiratória de um indivíduo, produto da atividade física 
regular, depende, pois, das qualidades específicas do sistema de transporte 
de oxigênio – coração, pulmões, sangue e vasos sanguíneos, e da capa-
cidade das fibras musculares de utilizarem o oxigênio transportado para 
produzir energia. É importante lembrar que existe um componente genético 
que influencia a aptidão física de cada um de nós, fazendo com que alguns 
tenham mais facilidade para realizar certas tarefas motoras. Isto não quer 
dizer, porém, que alguém que não tenha essa tendência genética não possa 
desenvolver um nível satisfatório de aptidão física para a vida, com todos 
os benefícios para a saúde.
Para melhorar e manter a aptidão física e a saúde, uma pessoa precisa 
desenvolver o músculo cardíaco e os demais componentes do sistema cardior-
respiratório. Os exercícios que se prestam a este desenvolvimento orgânico 
são chamados aeróbicos, e incluem atividades de média e longa duração (10 
minutos, pelo menos) e intensidade moderada a vigorosa, de caráter dinâmico 
e rítmico – como a caminhada, a corrida, o ciclismo, o remo, a natação, as 
danças em geral e a ginástica aeróbica. Quando o esforço realizado se torna 
mais intenso, entra em cena um outro sistema de produção de energia: o 
sistema anaeróbico, que permite que esses esforços sejam realizados mesmo 
sem o adequado fornecimento de oxigênio, mas por um período curto (2-3 
minutos em esforços muito intensos). Exemplos de atividades intensas e que 
requerem a participação do metabolismo anaeróbico são os esforços de com-
petição, o trabalho pesado ou a corrida rápida, que provocam um aumento 
significativo na respiração e na frequência cardíaca, geralmente produzindo 
bastante suor. 
A percepção do esforço realizado é uma característica individual, depen-
dente de vários fatores, como a aptidão física individual e o tamanho corporal. 
As condições ambientais (como calor, umidade, frio e vento) e a condição de 
saúde (como uma infecção ou uma gripe), fazem com que um esforço médio 
seja percebido como muito intenso. Por isso, é importante associar aos indi-
cadores fisiológicos de esforço (frequência cardíaca, por exemplo) indicadores 
subjetivos, como a Escala de Percepção de Esforço de Borg, que proporciona 
uma medida fidedigna e isenta de fatores ambientais ou uso de medicamentos 
que podem interferir nas medidas fisiológicas.


61
A
t i v i d A d e
F
í s i c A
, s
A ú d e
e
Q
u A l i d A d e
d e
v
i d A

Baixar 6.47 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   ...   244




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal