7ª e diç Ão atu aliz ada e a mp liada Atividade Física, Saúde Qualidade de Vida


DECLÍNIO NA MORTALIDADE: FATORES PREPONDERANTES



Baixar 6.47 Mb.
Pdf preview
Página13/244
Encontro04.08.2022
Tamanho6.47 Mb.
#24480
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   244
ATIVIDADE FÍSICA, SAUDE E QUALIDADE DE VIDA
DECLÍNIO NA MORTALIDADE: FATORES PREPONDERANTES
1900
1950
Ambiente
Medicina
Estilo de Vida
2000


C
a p
. 1 – a E
r a
d o
E
s t i l o
d E
V
i d a
24
O estilo de vida ativo passou a ser considerado fundamental na promoção 
da saúde e redução da mortalidade por todas as causas. De fato, para grande 
parte da população, os maiores riscos para a saúde e o bem-estar, têm ori-
gem no próprio comportamento individual, resultante tanto da informação e 
vontade da pessoa, como também das oportunidades e barreiras presentes na 
realidade social.
Um documento da OMS (Preventing Chronic Diseases – A Vital Investment
2005) chama a atenção das nações, particularmente aquelas em vias de desen-
volvimento (como Brasil) sobre o papel da prevenção de doenças crônicas na 
economia desses países. Os especialistas destacam a relevância dos chamados 
fatores de risco modificáveis, como se pode ver na figura a seguir.
DETERMINANTES E FATORES DE RISCO PARA DOENÇAS CRÔNICAS
Determinantes 
socioeconômico, 
culturais, 
políticos e 
ambientais
Globalização
Urbanização
Envelhecimento
Fatores 
de Risco 
modificáveis
Dieta 
inadequada
Inatividade
Fumo
Fatores de 
Risco não 
modificáveis
Idade
Hereditariedade
Fatores 
de Risco 
intermediários
Hipertensão
Hiperglicemia
Deslipidemia
Excesso de peso
Doenças 
Crônicas mais 
comuns
Doença 
coronariana
Derrame
Câncer
Doença 
pulmonar 
obstrutiva 
crônica (DPOC)
Diabetes
Estima-se que dois terços das mortes provocadas por doenças que podem 
ser prevenidas sejam decorrentes de quatro comportamentos: tabagismo, alimen-
tação inadequada, inatividade física e consumo exagerado de bebidas alcoólicas.
Existem, assim, fatores positivos e negativos no nosso estilo de vida que 
comprovadamente afetam nossa saúde e bem-estar, a curto ou longo prazo. 
Principalmente a partir da meia-idade (40-59 anos), a mobilidade, a autonomia 
e a qualidade de vida das pessoas estão diretamente associada aos fatores do 
estilo de vida, como os mencionados na figura do Pentáculo do Bem-Estar.


25
A
t i v i d A d e
F
í s i c A
, s
A ú d e
e
Q
u A l i d A d e
d e
v
i d A
No final deste capítulo apresenta-se um instrumento para avaliação do 
estilo de vida individual construído a partir deste modelo.

Baixar 6.47 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   244




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal