1984 Edição especial


parte porque não dispõe de termos de comparação. Deve ser afastado do



Baixar 3.88 Mb.
Pdf preview
Página42/119
Encontro04.08.2022
Tamanho3.88 Mb.
#24481
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   119
1984 - Edicao especial - George Orwell
07 - Cronograma de Julho 2022

parte porque não dispõe de termos de comparação. Deve ser afastado do
passado, assim como deve ser afastado de países estrangeiros, porque é
necessário que acredite que está em melhor situação do que seus
antepassados e de que o padrão médio de conforto material aumenta
ininterruptamente. Mas, de longe, a razão mais importante para que se
reajuste o passado é a necessidade de salvaguardar a infalibilidade do
Partido. Não se trata apenas de atualizar constantemente discursos,
estatísticas e registros de todo tipo para provar que as previsões do Partido
se confirmam em todos os casos. Trata-se também de não admitir em
hipótese nenhuma a ocorrência de alterações na doutrina ou no alinhamento
político. Porque mudar de opinião, ou mesmo de atitude política, é uma
confissão de fraqueza. Se, por exemplo, a Eurásia ou a Lestásia (conforme o
caso) for o inimigo de hoje, então é necessário que esse país sempre tenha
sido o inimigo. E se os fatos atestarem algo diferente, então é preciso alterar
os fatos. Dessa forma, a história é constantemente reescrita. Essa
falsificação diária do passado, levada a efeito pelo Ministério da Verdade, é
tão necessária para a estabilidade do regime quanto o trabalho de repressão
e espionagem realizado pelo Ministério do Amor.
A mutabilidade do passado é o ponto central da doutrina do Socing.
Afirma-se que os fatos passados não têm existência objetiva e que
sobrevivem apenas em registros escritos e nas memórias humanas. O
passado é tudo aquilo a respeito do que há coincidência entre registros e
memórias. Considerando que o Partido mantém absoluto controle sobre
todos os registros e sobre todas as mentes de seus membros, decorre que o
passado é tudo aquilo que o Partido decide que ele seja. Decorre ainda que,
embora seja possível alterar o passado, o passado jamais foi alterado em
nenhuma instância específica. Isso porque nas ocasiões em que é recriado
na forma exigida pelas circunstâncias, a nova versão passa a ser o passado,
e nenhum outro passado pode ter existido algum dia. Esse sistema funciona
inclusive quando — como acontece muitas vezes — o mesmo fato precisa
ser profundamente alterado diversas vezes no mesmo ano. Em todas as
ocasiões, o Partido detém a verdade absoluta, e fica evidente que o absoluto
jamais poderia ter sido diferente do que aquilo que passou a ser. Veremos


que o controle do passado depende acima de tudo do treinamento da
memória. Garantir que todos os registros escritos estão de acordo com a
ortodoxia do momento é um mero ato mecânico. Mas é necessário lembrar-
se que os fatos se passaram da maneira desejada. E caso seja necessário
reorganizar nossas memórias ou alterar os registros escritos, também será
necessário esquecer que o fizemos. O modo como se produz isso pode ser
aprendido, como qualquer outra técnica mental. E ele é aprendido pela
maioria dos membros do Partido: certamente por todos os que são ao
mesmo tempo inteligentes e ortodoxos. Em Velhafala isso recebe o nome
muito direto de “controle da realidade”. Em Novafala é o duplipensamento,
embora o termo duplipensamento também abranja muitas outras coisas.
Duplipensamento significa a capacidade de abrigar simultaneamente na
cabeça duas crenças contraditórias e acreditar em ambas. O intelectual do
Baixar 3.88 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   119




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal