1,2, Gabriela Maria Costa Oliveira



Baixar 77.05 Kb.
Página1/13
Encontro15.06.2020
Tamanho77.05 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13

Tabagismo e doenças cardiovasculares Nogueira ICS et al



Tabagismo e doenças cardiovasculares

Ilana de Castro Scheiner Nogueira1, Aline Virginia Alves2, Alice Pereira Duque1,2, Gabriela Maria Costa Oliveira2, Fernanda Celente2, Isadora Motta1, Nayara Carvalho Goretti1, Carolina Nigro di Leone1, Luiz Fernando Rodrigues Junior1, 2, Ana Carolina Azevedo Carvalho2,3

1Programa de Mestrado Profissional em Ciências Cardiovasculares, Instituto Nacional de Cardiologia. Rio de Janeiro, Brasil.

2Laboratório de Biofísica Cardiovascular, Departamento de Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Brasil;

3 Curso de Fisioterapia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro, Brasil.
E-mail: ilanacontatos@gmail.com
Recebido em: 07/06/2019

Aceito para publicação em: 12/06/2019

Publicado em: 28/06/2019

Resumo

Atualmente, as doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa mundial de morbidade e mortalidade. Dentre as DCV, de maior incidência e prevalência, destacam-se a doença arterial coronariana (DAC); a insuficiência cardíaca; a angina; o infarto agudo do miocárdio (IAM); as doenças valvares; as arritmias; a hipertensão arterial sistêmica e a doença vascular periférica. Estudos, com fatores de risco associados às DCV, apontam o tabagismo como o principal preditor de morte súbita cardíaca por isquemia miocárdica, aumento de doença arterial periférica e acidentes vasculares cerebrais. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o cigarro mata por ano cerca de 5,4 milhões de pessoas no mundo, mais do que a soma das vítimas de tuberculose, malária e AIDS. No Brasil, o tabagismo é responsável por aproximadamente 45% das mortes dos homens, com menos 65 anos, e 55% das mulheres com mais de 65 anos. Estima-se que o tabagismo seja mundialmente responsável por aproximadamente 6 milhões de mortes prematuras, ou seja, óbitos causados por doenças relacionadas ao tabagismo em indivíduos que, sem o fumo, teriam outra causa de morte. A primeira doença associada ao uso de tabaco foi o câncer de pulmão, contudo, atualmente, não apenas as doenças pulmonares, mas outros agravos à saúde estão relacionados ao tabagismo, como as doenças cardiovasculares.







Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal