1 Graduado em Ciências Contábeis Faculdade ideau, Getúlio Vargas rs



Baixar 0.59 Mb.
Pdf preview
Página6/10
Encontro31.07.2022
Tamanho0.59 Mb.
#24392
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10
auditoria de estoques
projeto folclore
2.4.1 Como reduzir custos 
Para que as empresas atendam as exigências do mercado e continuem a serem 
competitivas, necessitam não só de modernização nas instalações, mas também e 
principalmente de atualização no processo de gestão. Por exemplo, realizar um investimento 
na área de recursos humanos não deve ser visto como um gasto, como muitos gestores 
pensam, mas como uma forma de redução de custo, em curto e, sobretudo, em longo prazo 
(CREPALDI, 2007). 
A maioria das organizações costumam implantar programas de redução de custos de 
duas maneiras diferentes: espontânea e compulsória. A primeira é buscada antes de qualquer 
sinal de crise atingir a empresa, e visa manter ou conseguir uma vantagem competitiva. A 
compulsória geralmente é implantada diante de uma crise que já tenha se manifestado, e o 
objetivo é o de garantir a sobrevivência da empresa (PORTER, 1998). 
Um meio de reduzir custos de uma companhia é escolher o método correto, de 
acordo com a atividade da empresa, o qual pode ser o PEPS (primeiro que entra, primeiro que 
sai); UEPS (último que entra, primeiro que sai); ou médio. O que acontece muitas vezes é a 
escolha errada do método, por exemplo, produtos perecíveis serem controlados pelo método 
UEPS, fazendo com que os produtos permaneçam mais tempo no estoque, e se estraguem, 
gerando um maior custo e perdas à empresa. 
 
2.4.2 Custos e perdas de estoque 
Segundo Ferrari (2008), o estoque possui alguns métodos de custo, por exemplo, o 
custo médio, o UEPS e o PEPS. O primeiro baseia-se na aplicação dos custos médios em 
lugar dos custos efetivos. O método de avaliação do estoque por custo médio é aceito pelo 
fisco e usado amplamente. O UEPS (último que entra, primeiro que sai) é um método de 
avaliar estoque muito discutido. Por meio desse método, o custo do estoque é determinado 
pelas unidades mais recentes adicionadas ao estoque que são as primeiras unidades vendidas. 
Supõe-se, portanto, que o estoque final consiste nas unidades mais antigas e é avaliado ao 
custo destas. Já pelo método PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai), a primeira unidade 



a entrar no estoque é a primeira a ser utilizada no processo de produção ou a ser vendida. Com 
este procedimento, o estoque é representado pelos mais recentes preços pagos. 
De acordo com Ballou (2004), os custos operacionais envolvidos com a 
armazenagem e com a movimentação dos produtos em estoque são chamados de custo de 
estocagem. Tais custos são gerados pela ocupação dos espaços físicos envolvidos, pelos 
custos dos equipamentos e dos utensílios de movimentação, além da mão de obra utilizada no 
processo de estocagem. 

Baixar 0.59 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal